sexta-feira, março 22, 2013

O fim da inocência



Posso falar? Ando desanimada...tenho notado que as pessoas tem lido cada vez menos blogs e passado cada vez mais tempo no Facebook. E eu acho isso uma pena porque sinceramente...o conteúdo dos blogs (e não me refiro apenas ao meu) é muitas vezes superior ao conteúdo que vejo no Facebook. Eu sou suspeita pra falar porque sempre preferi e continuo preferindo a blogosfera (e fiz ótimas amizades aqui). Sem falar que o Facebook não tem ajudado em nada a promover o meu blog porque eu não sei tirar proveito de social media. Ou isso ou estou fazendo algo errado, né?

O lance é que embora o número de visitas continue em torno de 200 a 250 por dia (dependendo dos posts da semana), o número de comentários diminuiu drasticamente. E blogueiro que diz que não liga pra comentários está mentindo! São os comentários que alimentam um blog. É a dinâmica de troca entre o blogueiro e os leitores que faz um blog especial. E neste aspecto meu blog anda muito devagar (eu ainda estou "investigando" os motivos). Enfim, blogueira em crise e blog precisando urgentemente de reformulação!

Um dos motivos talvez seja a decisão que tomei há alguns meses de me expor menos aqui no blog. E vamos ser sinceros, todo mundo adora uma "fofoca" ou um desabafo (são sempre os posts mais lidos). Eu sempre fui muito aberta (leia-se naïve) e vinha aqui contar meus problemas e encucações sem pensar duas vezes. Mas ano passado foi um ano muito estranho em que perdi amizades, me decepcionei com muitas pessoas (e sim, o Facebook acelerou este processo) e acabei me fechando. No momento percebo que estou fechada e acho bom assim. Questão de auto-preservação (é com ou sem hífen, gente?)

Moral da estória: o blog Noites em Claro sempre teve um teor pessoal e sempre refletiu quem o escreve. Quem acompanha esta jornada sabe disso. Só que nos últimos tempos só tenho escrito sobre filmes e livros - e escrevo com muito prazer porque são duas grandes paixões minhas. Não penso em parar o blog porque isso aqui é uma parte importante de mim mesma. Mas também acho muito chato (e contra a minha natureza) ter de ficar me policiando e censurando o tempo todo! E é isso que tem acontecido nos últimos tempos. E eu vou dizer uma coisa: eu sinto saudade dos velhos tempos em que eu podia ser eu mesma e nem me incomodava com que os outros iam pensar! É o fim da inocência...


Enfim, se alguém estiver passando por algo parecido ou quiser dar umas dicas para esta blogueira, eu agradeço. Enquanto isso, fico aqui pensando com meus botões.


9 comentários:

Milena F. disse...

Beth, vai entender o que se passa na cabeça de cada um? As pessoas visitam sim, mas muitas vezes têm preguiça de comentar, ou vai ver o assunto não "bateu" o suficiente para comentar. Eu mesma dou um giro na blogosfera, posso consultar uns 50 blogs, mas vou comentar em 3 ou 4, nos outros não tenho o que dizer.
Os leitores não gostam de nada que é repetitivo. Então, quando a gente fala só de livros e filmes por um tempo, as pessoas se interessam menos na minha opinião, a não ser que sejam leitores que buscam isso. O meu blog não é especialmente de viagens, então sempre que falo de algum lugar, as pessoas não se interessam muito. Até posso ter muitas visitas de pessoas que chegam por acaso buscando um destino, mas aí elas encontram (ou não) o que elas buscavam e vão embora. Simples assim.
Bem, essa é a minha opinião! Adoro comentários, adoro falar sobre arte e exposiçõs, mas sei que quando falo de algumavou receber no máximo uns 3 comentários e o mínimo de visitas!

Luana disse...

Oi Beth, eh complicado mesmo... porque as pesoas discutem tudo, opinam sobre tudo, compartilham tudo no facebook. Eu abri uma pagina do blog no facebook de tanto que as pessoas me pediram e claro que la nao eh igual. O formato daquilo nao te deixa escrever muito... a coisa eh ser breve e superficial...
Eu tambem gosto muito de comentarios... e vejo que quanto mais "fofoquento" e "mimizento" o post, mais gente comenta... mas eh assim, ne? Se eu fizer post falando de fisica ninguem le, ninguem comenta...
Eu nao sei que dicas te dar, nao... Eu costumo procurar por blogs com temas que me interessam, comentar e esperar que aquela pessoa leia o meu e goste do meu blog, nem sempre acontece... mas eh o melhor jeito.. fiz as melhores amizades assim.

Maria Valéria disse...

O problema em escrever sobre filmes e livros e quando se escreve sobre filmes e livros que nao li ou nao assisti....entao, se eu nao tiver curiosidade de conhecer os dois, nao tem como comentar...
Como estou fazendo o teatro, ha mais de um ano parei de ir ao cinema e dei prioridade as pecas, pois conta como horas de estagio.
E vamos combinar que sempre adorei ler seus desabafos!!!!
;))
Meu blog tambem esta pouco comentado, e porque tenho postado mais piadinhas.quanto mais triste eu estou, menos assuntos polêmicos ou desabafos eu posto, parece um processo inverso. E esse começo de ano nao esta sendo muito bom...
Bjs

Elnath disse...

Realmente o facebook tem tomado o tempo das pessoas, eu me incluo nessa, já desativei, já ativei a conta. Encontramos uma maneira de um número grande pessoas saberem o que se está passando na nossa vida. Mas eu que sou fechada e não sei falar muito de mim nessas redes sociais, eu canso da mesma. Sem falar que tudo é instantâneo, diferente dos blogs que há mais conteúdo e coisas interessantes. Também sinto falta dos velhos tempos...da observação, hoje tudo já está exposto.

Anônimo disse...

Beth, acredito que muitos leiam blogs por se identificarem com as blogueiras, ou mesmo pra se certificar que somos sim todas falíveis...e temos problemas, acredito que o sentimento comum une as pessoas, portanto, não se policie...acho que a troca existe quando compartilhamos sentimentos comuns...enfim, acho que além da identificação, que é me faz ler os blogs, existe a curiosidade de "conhecer" e vivar outras experiencias...portanto, não perca a essência do seu blog...mas isto é minha opinião! bjo gabi

Pri S. disse...

Estou pensando e me sentindo exatamente como vc, Beth. E meu blog tá na mesma pelos mesmos motivos tb...rs Não ando comentando muito e nem me expondo muito pq estou numa fase muito voltada pra mim mesma. Sinto falta da blogosfera de antes. E tb dos meus desabafos de antes. E dos de vcs... rs No meu caso eu sei q é uma fase complicada. E não sei se vai durar ou se vou reverter de alguma forma. E estou me sentindo meio sem condições de opinar quanto às questões q vc levantou. Mas me sinto da mesma forma. Bjos!

Marina Ernst disse...

Oi Beth!

Acho que o povo acha muito mais fácil mesmo essas coisas com Facebook e Twitter, por conta da enxutez dos textos... pra mim até demais. Sem falar que tá enchendo a paciência as discussões xiitas e sem noção que surgem por lá. Quanto ao blog, acho que é justamente por isso mesmo, de se tornar menos confessional. Tem gente que se identifica com suas reflexões e dia a dia, como já disseram antes. Outros só querem ver o circo pegar fogo. Natureza humana! O meu tá parado desde alguns dias antes do nascimento do Gabriel. Eu sou mesmo indisciplinada e agora tô sem tempo, porque o menino tem uma energia só! Tô com um draft lá que comecei quando voltamos do hospital pra casa... rs só deus sabe quando vou conseguir terminar... e mesmo no Facebook, to numa de curtir e comentar de leve, pq do cel não dou conta de muita coisa. hehehe
Mas olha, eu leio seu blog com gosto, rs :)
Beijos

Eliana disse...

Oh, eu acho até legal quando vc fala dos filmes, porque um deles que vi foi dica sua. Só não vi mais pq foi falta de oportunidade. Mas vc fala de filmes e livros que vc já leu e eu que não vi e não li não tenho mesmo o que comentar...aí dou uma lida e pronto.
Quando vc fala de situações é mais fácil, porque a gente passa por muita coisa igual e pode se solidarizar ou até discordar, aí dependendo do tema, vc convida mesmo a comentar. É só isso, acho que vc não tem que ficar preocupada com isso não. Cada blogueiro tem seu estilo e pronto.

Beth Blue disse...

Meninas, obrigada pelos comentários! E sim, tem gente que entra no blog e não comenta (e admito que eu mesma também faço isso mas tento comentar nos blogs de amigos), tem gente que só quer mesmo fuxicar a vida alheia e tem gente que se identifica com o que escrevo e volta.

Eu ando num processo difícil e pensando em reformular o blog. Se por um lado sinto saudades de mim mesma e dos posts pessoais, também tenho me policiado mais nos últimos tempos.

Em breve terei de decidir se vou dar mais importância aqueles que vem aqui só pra saber da minha vida e fofocar depois (a tal natureza humana) ou se valorizo justamente aqueles que se identificam com os posts e com as minhas experiências.

Enfim, é preciso um certo equilíbrio mas tenho percebido que estou deixando de ser "eu mesma" por puro medo. E convenhamos, eu não sou assim né?

Beijos da blogueira em crise...

Tecnologia do Blogger.

O fim da inocência



Posso falar? Ando desanimada...tenho notado que as pessoas tem lido cada vez menos blogs e passado cada vez mais tempo no Facebook. E eu acho isso uma pena porque sinceramente...o conteúdo dos blogs (e não me refiro apenas ao meu) é muitas vezes superior ao conteúdo que vejo no Facebook. Eu sou suspeita pra falar porque sempre preferi e continuo preferindo a blogosfera (e fiz ótimas amizades aqui). Sem falar que o Facebook não tem ajudado em nada a promover o meu blog porque eu não sei tirar proveito de social media. Ou isso ou estou fazendo algo errado, né?

O lance é que embora o número de visitas continue em torno de 200 a 250 por dia (dependendo dos posts da semana), o número de comentários diminuiu drasticamente. E blogueiro que diz que não liga pra comentários está mentindo! São os comentários que alimentam um blog. É a dinâmica de troca entre o blogueiro e os leitores que faz um blog especial. E neste aspecto meu blog anda muito devagar (eu ainda estou "investigando" os motivos). Enfim, blogueira em crise e blog precisando urgentemente de reformulação!

Um dos motivos talvez seja a decisão que tomei há alguns meses de me expor menos aqui no blog. E vamos ser sinceros, todo mundo adora uma "fofoca" ou um desabafo (são sempre os posts mais lidos). Eu sempre fui muito aberta (leia-se naïve) e vinha aqui contar meus problemas e encucações sem pensar duas vezes. Mas ano passado foi um ano muito estranho em que perdi amizades, me decepcionei com muitas pessoas (e sim, o Facebook acelerou este processo) e acabei me fechando. No momento percebo que estou fechada e acho bom assim. Questão de auto-preservação (é com ou sem hífen, gente?)

Moral da estória: o blog Noites em Claro sempre teve um teor pessoal e sempre refletiu quem o escreve. Quem acompanha esta jornada sabe disso. Só que nos últimos tempos só tenho escrito sobre filmes e livros - e escrevo com muito prazer porque são duas grandes paixões minhas. Não penso em parar o blog porque isso aqui é uma parte importante de mim mesma. Mas também acho muito chato (e contra a minha natureza) ter de ficar me policiando e censurando o tempo todo! E é isso que tem acontecido nos últimos tempos. E eu vou dizer uma coisa: eu sinto saudade dos velhos tempos em que eu podia ser eu mesma e nem me incomodava com que os outros iam pensar! É o fim da inocência...


Enfim, se alguém estiver passando por algo parecido ou quiser dar umas dicas para esta blogueira, eu agradeço. Enquanto isso, fico aqui pensando com meus botões.


9 comentários:

Milena F. disse...

Beth, vai entender o que se passa na cabeça de cada um? As pessoas visitam sim, mas muitas vezes têm preguiça de comentar, ou vai ver o assunto não "bateu" o suficiente para comentar. Eu mesma dou um giro na blogosfera, posso consultar uns 50 blogs, mas vou comentar em 3 ou 4, nos outros não tenho o que dizer.
Os leitores não gostam de nada que é repetitivo. Então, quando a gente fala só de livros e filmes por um tempo, as pessoas se interessam menos na minha opinião, a não ser que sejam leitores que buscam isso. O meu blog não é especialmente de viagens, então sempre que falo de algum lugar, as pessoas não se interessam muito. Até posso ter muitas visitas de pessoas que chegam por acaso buscando um destino, mas aí elas encontram (ou não) o que elas buscavam e vão embora. Simples assim.
Bem, essa é a minha opinião! Adoro comentários, adoro falar sobre arte e exposiçõs, mas sei que quando falo de algumavou receber no máximo uns 3 comentários e o mínimo de visitas!

Luana disse...

Oi Beth, eh complicado mesmo... porque as pesoas discutem tudo, opinam sobre tudo, compartilham tudo no facebook. Eu abri uma pagina do blog no facebook de tanto que as pessoas me pediram e claro que la nao eh igual. O formato daquilo nao te deixa escrever muito... a coisa eh ser breve e superficial...
Eu tambem gosto muito de comentarios... e vejo que quanto mais "fofoquento" e "mimizento" o post, mais gente comenta... mas eh assim, ne? Se eu fizer post falando de fisica ninguem le, ninguem comenta...
Eu nao sei que dicas te dar, nao... Eu costumo procurar por blogs com temas que me interessam, comentar e esperar que aquela pessoa leia o meu e goste do meu blog, nem sempre acontece... mas eh o melhor jeito.. fiz as melhores amizades assim.

Maria Valéria disse...

O problema em escrever sobre filmes e livros e quando se escreve sobre filmes e livros que nao li ou nao assisti....entao, se eu nao tiver curiosidade de conhecer os dois, nao tem como comentar...
Como estou fazendo o teatro, ha mais de um ano parei de ir ao cinema e dei prioridade as pecas, pois conta como horas de estagio.
E vamos combinar que sempre adorei ler seus desabafos!!!!
;))
Meu blog tambem esta pouco comentado, e porque tenho postado mais piadinhas.quanto mais triste eu estou, menos assuntos polêmicos ou desabafos eu posto, parece um processo inverso. E esse começo de ano nao esta sendo muito bom...
Bjs

Elnath disse...

Realmente o facebook tem tomado o tempo das pessoas, eu me incluo nessa, já desativei, já ativei a conta. Encontramos uma maneira de um número grande pessoas saberem o que se está passando na nossa vida. Mas eu que sou fechada e não sei falar muito de mim nessas redes sociais, eu canso da mesma. Sem falar que tudo é instantâneo, diferente dos blogs que há mais conteúdo e coisas interessantes. Também sinto falta dos velhos tempos...da observação, hoje tudo já está exposto.

Anônimo disse...

Beth, acredito que muitos leiam blogs por se identificarem com as blogueiras, ou mesmo pra se certificar que somos sim todas falíveis...e temos problemas, acredito que o sentimento comum une as pessoas, portanto, não se policie...acho que a troca existe quando compartilhamos sentimentos comuns...enfim, acho que além da identificação, que é me faz ler os blogs, existe a curiosidade de "conhecer" e vivar outras experiencias...portanto, não perca a essência do seu blog...mas isto é minha opinião! bjo gabi

Pri S. disse...

Estou pensando e me sentindo exatamente como vc, Beth. E meu blog tá na mesma pelos mesmos motivos tb...rs Não ando comentando muito e nem me expondo muito pq estou numa fase muito voltada pra mim mesma. Sinto falta da blogosfera de antes. E tb dos meus desabafos de antes. E dos de vcs... rs No meu caso eu sei q é uma fase complicada. E não sei se vai durar ou se vou reverter de alguma forma. E estou me sentindo meio sem condições de opinar quanto às questões q vc levantou. Mas me sinto da mesma forma. Bjos!

Marina Ernst disse...

Oi Beth!

Acho que o povo acha muito mais fácil mesmo essas coisas com Facebook e Twitter, por conta da enxutez dos textos... pra mim até demais. Sem falar que tá enchendo a paciência as discussões xiitas e sem noção que surgem por lá. Quanto ao blog, acho que é justamente por isso mesmo, de se tornar menos confessional. Tem gente que se identifica com suas reflexões e dia a dia, como já disseram antes. Outros só querem ver o circo pegar fogo. Natureza humana! O meu tá parado desde alguns dias antes do nascimento do Gabriel. Eu sou mesmo indisciplinada e agora tô sem tempo, porque o menino tem uma energia só! Tô com um draft lá que comecei quando voltamos do hospital pra casa... rs só deus sabe quando vou conseguir terminar... e mesmo no Facebook, to numa de curtir e comentar de leve, pq do cel não dou conta de muita coisa. hehehe
Mas olha, eu leio seu blog com gosto, rs :)
Beijos

Eliana disse...

Oh, eu acho até legal quando vc fala dos filmes, porque um deles que vi foi dica sua. Só não vi mais pq foi falta de oportunidade. Mas vc fala de filmes e livros que vc já leu e eu que não vi e não li não tenho mesmo o que comentar...aí dou uma lida e pronto.
Quando vc fala de situações é mais fácil, porque a gente passa por muita coisa igual e pode se solidarizar ou até discordar, aí dependendo do tema, vc convida mesmo a comentar. É só isso, acho que vc não tem que ficar preocupada com isso não. Cada blogueiro tem seu estilo e pronto.

Beth Blue disse...

Meninas, obrigada pelos comentários! E sim, tem gente que entra no blog e não comenta (e admito que eu mesma também faço isso mas tento comentar nos blogs de amigos), tem gente que só quer mesmo fuxicar a vida alheia e tem gente que se identifica com o que escrevo e volta.

Eu ando num processo difícil e pensando em reformular o blog. Se por um lado sinto saudades de mim mesma e dos posts pessoais, também tenho me policiado mais nos últimos tempos.

Em breve terei de decidir se vou dar mais importância aqueles que vem aqui só pra saber da minha vida e fofocar depois (a tal natureza humana) ou se valorizo justamente aqueles que se identificam com os posts e com as minhas experiências.

Enfim, é preciso um certo equilíbrio mas tenho percebido que estou deixando de ser "eu mesma" por puro medo. E convenhamos, eu não sou assim né?

Beijos da blogueira em crise...