quarta-feira, abril 16, 2008

Minha vida sem o Orkut



O título deste post bem poderia ser: Há vida depois do Orkut ou algo assim. É que relendo uns posts antigos, acabei de me dar conta de que saí do Orkut há pouco mais de um ano, em abril de 2007. E confesso que não sinto a menor falta daquilo ali. Até porque, meus amigos sempre souberam onde me encontrar, nem que seja aqui no blog.

De qualquer forma, devo admitir que aquilo ali dá muito pano pra manga e acontecem coisas que se eu falar ninguém acredita...Alguém já ouviu falar de linchamento virtual? Pois eu juro que já presenciei este fenômeno mais de uma vez em certas comunidades do orkut (só não vou dar nome aos bois). É tanto babado forte que uma amiga até decidiu escrever uma espécie de tese antropológica sobre o assunto (juro que é verdade, rssrsrs).

No final das contas, o Orkut nada mais é do que um reflexo do mundo em que vivemos. Uma espécie de microcosmos do macrocosmos lá fora (sad but oh so true). E como a Internet, um instrumento para o bem ou para o mal (a escolha é do cliente). E assim na vida como no Orkut, mais cedo ou mais tarde as pessoas acabam se revelando. Daí que a gente volta e meia se desilude com uns e decepciona uns tantos outros. Eu mesma fiz inimizades e nem sei dizer como (logo eu que nunca fui de ter inimigos nesta vida). Talvez por ser o tipo de pessoa que se expõe demais e que tem o mau hábito de não seguir as regras do jogo. Eu simplesmente não jogo e pronto. Odeio fofocas e intrigas, odeio me fazer de paisagem e fingir aparências (e as aparências até enganam mas nem tanto assim).

Enfim, prefiro me dedicar a coisas (e pessoas) que realmente acrescentem algo à minha vida. E o blog sem dúvida é uma delas (uma tremenda egotrip admito, mas é ótimo). E já que falei em teses, a minha é a seguinte: os bichos são (muito) mais humanos do que o ser humano. Falando sério. Rir para não chorar, queridos amigos.

10 comentários:

Paloma disse...

Beth, recentemente falei sobre o orkut lá no "Colar"! Eu tive a sorte de só ter boas notícias e bons encontros através dele.
Até quando vou mantê-lo, não sei, mas por hora, nada demais entrar lá de vez em quando e ver mensagens carinhosas dos amigos.
Mas, sem dúvida, como para você, escrever no meu blog é algo muito, muito melhor!

Isabella disse...

Nunca quis participar... Nem sei como funciona. Na época que me convidaram parecia q as pessoas queriam viver no passado, resgatar pessoas. Eu não. Tb gosto dos meus blogs, tanto o pessoal, quanto o profissional : )

bjs

Labelle® disse...

Bethinha!!

Eu continuo por lá, mas continuo com o mesmo objetivo que entrei: o de manter contato com amigos meus que moram longe [bem longe] e que não ficam em msn ou enviando emails com a mesma facilidade com que escrevem um scrap.

As amizades que fiz em algumas comunidades variaram com o tempo. Alguns amigos ficarão para a minha vida e fazem parte dela... Outros passaram por mim como uma fase.

Nos conhecemos por lá, e guardo ótimas lembranças das nossas conversas!!!

Beijo bem grande, com saudade d'ocê!!

Eu penso que... disse...

Tenho orkut, mas viveria muito bem sem ele!
Aliás, tô até pensando em retirar meu perfil de lá.
Bjks

Ká, Rainha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ká, Rainha disse...

Beth, durante a minha gravidez enjoei de msn, orkut e afins. Minha vida é muito feliz sem essas coisas hoje não me prendo mais. Gostei das amizades que fiz por lá, algumas vezes abro a minha conta para ver recados de amigos e só!
Ainda bem, né mesmo? rs
No momento tenho tantas coisas para resolver no real. O pior é que abri meu orkut hoje e levei um susto com o passado que resolveu voltar.

Por hora sei que você está por aqui e te leio sempre!

Desculpa por escrever isso aqui preciso desabafar com alguém. rs

Saudades!
Beijos!!!

Transplante de Cabelo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Bebete Indarte disse...

O orkut mudou...tava muita baixaria, agora ninguém futrica mais no seu scrapbook, nas suas fotos, na comunidade que não participa, basta mudar a configuração ou continuar a se exibir e correr riscos.
É um "orkut" O SEGREDO, hihihi...
Mas o dano já foi feito, né?
You know what I mean...

=====
Eu não acho que blog é egotrip, acho que é sharingtrip.
Vc participa e divide "seu mundo" com outros, seu tempo, suas pesquisas, seus interesses, e a diversidade tb é interessante e rica.

É bem mais completo, mas tb tem a ver com a vida real e o preto, branco e cinza da vida ilustrado virtualmente pela ótica pessoal.
Gostaria que o dia tivesse, 50 horas...
Mil beijos.

Pat Ferret disse...

Só pra aproveitar o tópico e dar um "oi"! Eu continuo no Orkut, mas nem vou tentar lhe dar esperanças - os linchamentos continuam, inclusive em algumas dessas comunas que vc não citou... Rs... ;-)))))))))))

Bjs!

Antonio Da Vida disse...

Nossa, adoro você!!!
XXX/A

Tecnologia do Blogger.

Minha vida sem o Orkut



O título deste post bem poderia ser: Há vida depois do Orkut ou algo assim. É que relendo uns posts antigos, acabei de me dar conta de que saí do Orkut há pouco mais de um ano, em abril de 2007. E confesso que não sinto a menor falta daquilo ali. Até porque, meus amigos sempre souberam onde me encontrar, nem que seja aqui no blog.

De qualquer forma, devo admitir que aquilo ali dá muito pano pra manga e acontecem coisas que se eu falar ninguém acredita...Alguém já ouviu falar de linchamento virtual? Pois eu juro que já presenciei este fenômeno mais de uma vez em certas comunidades do orkut (só não vou dar nome aos bois). É tanto babado forte que uma amiga até decidiu escrever uma espécie de tese antropológica sobre o assunto (juro que é verdade, rssrsrs).

No final das contas, o Orkut nada mais é do que um reflexo do mundo em que vivemos. Uma espécie de microcosmos do macrocosmos lá fora (sad but oh so true). E como a Internet, um instrumento para o bem ou para o mal (a escolha é do cliente). E assim na vida como no Orkut, mais cedo ou mais tarde as pessoas acabam se revelando. Daí que a gente volta e meia se desilude com uns e decepciona uns tantos outros. Eu mesma fiz inimizades e nem sei dizer como (logo eu que nunca fui de ter inimigos nesta vida). Talvez por ser o tipo de pessoa que se expõe demais e que tem o mau hábito de não seguir as regras do jogo. Eu simplesmente não jogo e pronto. Odeio fofocas e intrigas, odeio me fazer de paisagem e fingir aparências (e as aparências até enganam mas nem tanto assim).

Enfim, prefiro me dedicar a coisas (e pessoas) que realmente acrescentem algo à minha vida. E o blog sem dúvida é uma delas (uma tremenda egotrip admito, mas é ótimo). E já que falei em teses, a minha é a seguinte: os bichos são (muito) mais humanos do que o ser humano. Falando sério. Rir para não chorar, queridos amigos.

10 comentários:

Paloma disse...

Beth, recentemente falei sobre o orkut lá no "Colar"! Eu tive a sorte de só ter boas notícias e bons encontros através dele.
Até quando vou mantê-lo, não sei, mas por hora, nada demais entrar lá de vez em quando e ver mensagens carinhosas dos amigos.
Mas, sem dúvida, como para você, escrever no meu blog é algo muito, muito melhor!

Isabella disse...

Nunca quis participar... Nem sei como funciona. Na época que me convidaram parecia q as pessoas queriam viver no passado, resgatar pessoas. Eu não. Tb gosto dos meus blogs, tanto o pessoal, quanto o profissional : )

bjs

Labelle® disse...

Bethinha!!

Eu continuo por lá, mas continuo com o mesmo objetivo que entrei: o de manter contato com amigos meus que moram longe [bem longe] e que não ficam em msn ou enviando emails com a mesma facilidade com que escrevem um scrap.

As amizades que fiz em algumas comunidades variaram com o tempo. Alguns amigos ficarão para a minha vida e fazem parte dela... Outros passaram por mim como uma fase.

Nos conhecemos por lá, e guardo ótimas lembranças das nossas conversas!!!

Beijo bem grande, com saudade d'ocê!!

Eu penso que... disse...

Tenho orkut, mas viveria muito bem sem ele!
Aliás, tô até pensando em retirar meu perfil de lá.
Bjks

Ká, Rainha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ká, Rainha disse...

Beth, durante a minha gravidez enjoei de msn, orkut e afins. Minha vida é muito feliz sem essas coisas hoje não me prendo mais. Gostei das amizades que fiz por lá, algumas vezes abro a minha conta para ver recados de amigos e só!
Ainda bem, né mesmo? rs
No momento tenho tantas coisas para resolver no real. O pior é que abri meu orkut hoje e levei um susto com o passado que resolveu voltar.

Por hora sei que você está por aqui e te leio sempre!

Desculpa por escrever isso aqui preciso desabafar com alguém. rs

Saudades!
Beijos!!!

Transplante de Cabelo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Bebete Indarte disse...

O orkut mudou...tava muita baixaria, agora ninguém futrica mais no seu scrapbook, nas suas fotos, na comunidade que não participa, basta mudar a configuração ou continuar a se exibir e correr riscos.
É um "orkut" O SEGREDO, hihihi...
Mas o dano já foi feito, né?
You know what I mean...

=====
Eu não acho que blog é egotrip, acho que é sharingtrip.
Vc participa e divide "seu mundo" com outros, seu tempo, suas pesquisas, seus interesses, e a diversidade tb é interessante e rica.

É bem mais completo, mas tb tem a ver com a vida real e o preto, branco e cinza da vida ilustrado virtualmente pela ótica pessoal.
Gostaria que o dia tivesse, 50 horas...
Mil beijos.

Pat Ferret disse...

Só pra aproveitar o tópico e dar um "oi"! Eu continuo no Orkut, mas nem vou tentar lhe dar esperanças - os linchamentos continuam, inclusive em algumas dessas comunas que vc não citou... Rs... ;-)))))))))))

Bjs!

Antonio Da Vida disse...

Nossa, adoro você!!!
XXX/A