domingo, fevereiro 08, 2009

Nick Hornby para Adolescentes

Tenho devorado um livro atrás do outro e acabo não tendo tempo de comentar por aqui...Então vamos lá antes que eu me esqueça! Entrei o ano na companhia da Sophie Kinsella e sua Undomestic Goddess. Não chega a ser o que eu chamaria de food for thought mas é bastante divertido. E exatamente o que eu estava precisando: Chick Lit pura (melhor que isso só sessão-pipoca em casa). Por coincidência, o filme baseado no livro Confessions of a Shopaholic acaba de ser lançado nos cinemas daqui.

Depois de ler uma das rainhas da chick lit, decidi ler um dos mais consagrados representantes do outro time: o bloke lit. Estou falando do bom e velho Nick Hornby. Encontrei Slam outro dia num sebo e decidi conferir o último romance do autor de About a Boy (adoro tanto o livro quanto o filme), High Fidelity (também filmado) e How to be Good, entre outros. Para os fãs do autor, já aviso que não é um típico Nick Hornby e sim uma incursão curiosa (e, em partes, bem-sucedida) no mundo adolescente. Tanto que na Inglaterra o livro foi promovido na categoria Young Adult. E o tema não poderia ser mais pertinente (embora já discutido em vários outros livros). O autor lida com a gravidez na adolescência - problema número 1 no Reino Unido, com os índices mais elevados de toda a comunidade européia. Assim sendo, pra quem leu os outros livros do autor (como eu), voltados para a faixa etária dos 30 e poucos anos, este livro pode desapontar. Mas se você ler tendo em mente o público-alvo, a leitura vale a pena.

Depois de Nick Hornby, resolvi conferir A Spot of Bother, novo romance de Mark Haddon (autor de The Curious Incident of the Dog in the Night-time, que já comentei aqui antes). O primeiro livro foi um sucesso estrondoso de vendas e já traduzido em vários idiomas e deixou o autor numa situação um quanto delicada - pra não dizer angustiante mesmo. Aquela de ter de confirmar o autor excelente que é em um segundo romance. Ou destruir toda a reputação conquistada com seu dèbut. Para a sorte de Haddon, ele conseguiu mais uma vez. O livro é tão bom quanto o primeiro e, em alguns aspectos, até melhor! Gostei muito. One to watch.

Depois do Mark Haddon, li o também muito bem recebido pela crítica This Book Will Save Your Life, da autora americana A.M. Homes. Mas este vou deixar para comentar em outro post!

4 comentários:

Cris A. disse...

Ah, quero muito ler Nick Hornby. Ainda não li nada, mas já vi os filmes. Bom, eu não costumo ler esses livros "young adult", tenho preconceito, mas sendo do Hornby já é um pouco diferente, ha

E gostei de Mark Haddon também. Li o Curious Incident e achei bem legal. Até vi o novo dele na livraria; vou dar minha habitual lida nos primeiros capítulos pra ver se curto ;)

Anônimo disse...

Oma et ue...

Maria Valéria disse...

Bethinha, botei meme procê lá no meu bloguinho... vai ´lá ler e tentar adivinhar... rsrsr
bjo, querida

Ma disse...

Oi, Beth,
Tô passeando por aqui e aproveitando para pegar dicas de livros :)
bjs

Tecnologia do Blogger.

Nick Hornby para Adolescentes

Tenho devorado um livro atrás do outro e acabo não tendo tempo de comentar por aqui...Então vamos lá antes que eu me esqueça! Entrei o ano na companhia da Sophie Kinsella e sua Undomestic Goddess. Não chega a ser o que eu chamaria de food for thought mas é bastante divertido. E exatamente o que eu estava precisando: Chick Lit pura (melhor que isso só sessão-pipoca em casa). Por coincidência, o filme baseado no livro Confessions of a Shopaholic acaba de ser lançado nos cinemas daqui.

Depois de ler uma das rainhas da chick lit, decidi ler um dos mais consagrados representantes do outro time: o bloke lit. Estou falando do bom e velho Nick Hornby. Encontrei Slam outro dia num sebo e decidi conferir o último romance do autor de About a Boy (adoro tanto o livro quanto o filme), High Fidelity (também filmado) e How to be Good, entre outros. Para os fãs do autor, já aviso que não é um típico Nick Hornby e sim uma incursão curiosa (e, em partes, bem-sucedida) no mundo adolescente. Tanto que na Inglaterra o livro foi promovido na categoria Young Adult. E o tema não poderia ser mais pertinente (embora já discutido em vários outros livros). O autor lida com a gravidez na adolescência - problema número 1 no Reino Unido, com os índices mais elevados de toda a comunidade européia. Assim sendo, pra quem leu os outros livros do autor (como eu), voltados para a faixa etária dos 30 e poucos anos, este livro pode desapontar. Mas se você ler tendo em mente o público-alvo, a leitura vale a pena.

Depois de Nick Hornby, resolvi conferir A Spot of Bother, novo romance de Mark Haddon (autor de The Curious Incident of the Dog in the Night-time, que já comentei aqui antes). O primeiro livro foi um sucesso estrondoso de vendas e já traduzido em vários idiomas e deixou o autor numa situação um quanto delicada - pra não dizer angustiante mesmo. Aquela de ter de confirmar o autor excelente que é em um segundo romance. Ou destruir toda a reputação conquistada com seu dèbut. Para a sorte de Haddon, ele conseguiu mais uma vez. O livro é tão bom quanto o primeiro e, em alguns aspectos, até melhor! Gostei muito. One to watch.

Depois do Mark Haddon, li o também muito bem recebido pela crítica This Book Will Save Your Life, da autora americana A.M. Homes. Mas este vou deixar para comentar em outro post!

4 comentários:

Cris A. disse...

Ah, quero muito ler Nick Hornby. Ainda não li nada, mas já vi os filmes. Bom, eu não costumo ler esses livros "young adult", tenho preconceito, mas sendo do Hornby já é um pouco diferente, ha

E gostei de Mark Haddon também. Li o Curious Incident e achei bem legal. Até vi o novo dele na livraria; vou dar minha habitual lida nos primeiros capítulos pra ver se curto ;)

Anônimo disse...

Oma et ue...

Maria Valéria disse...

Bethinha, botei meme procê lá no meu bloguinho... vai ´lá ler e tentar adivinhar... rsrsr
bjo, querida

Ma disse...

Oi, Beth,
Tô passeando por aqui e aproveitando para pegar dicas de livros :)
bjs