quarta-feira, outubro 03, 2007

Prova de humanidade

...acho que briga de casal é tão comum que não é exposição não, é prova de humanidade.

Foram essas as palavras da minha querida amiga Anna no blog de outro amigo especial, o Antônio. Sim, esta interação entre blogueiros gera mesmo uma dinâmica curiosa e a troca de idéias é uma constante (o que seria de mim sem vocês?). E eu acabei me inspirando e decidi me alongar no tema do post anterior...Porque como bem disse a Anna (e essa mulher tem cada tirada genial, confiram só no blog dela): briga de casal é mesmo prova de humanidade!

E digo mais, eu acredito que casal que nunca brigou ou está mentindo ou algo está muito errado. E no dia em que tiver a primeira briga de verdade, é pra separar - já vi casais tidos como exemplares viverem anos juntos e subitamente decidirem se separar, para assombro de amigos e familiares. Porque brigas fazem parte de qualquer relacionamento saudável em que exista uma troca sincera de idéias, sentimentos ou opiniões. Brigas em família, brigas entre amigos de infância, entre namorados. Enfim, brigas.

Mas a melhor parte das brigas é quando a gente aprende a lição pra não repetir a briga mais adiante e acabar criando um padrão destrutivo no relacionamento (o que infelizmente acontece com regularidade, outra prova inegável da nossa humanidade). Eu acredito que a briga em si não é o problema, o problema surge apenas quando as pessoas envolvidas não conseguem resolver o conflito. Porque quando o conflito é resolvido, o relacionamento só tem a ganhar. E cada briga é uma oportunidade de conhecer o outro ainda melhor (e quiçá não cometer o mesmo erro da próxima vez).

Só não me perguntem se gosto de brigas...porque eu não gosto mesmo! (haja coração)

5 comentários:

annix disse...

Aw! :)
P-E-R-F-E-I-T-O. Casal que não briga, amigo que não briga, familiar que não briga não existe ou está mentindo. Como vc disse, o negócio é saber resolver a briga :-)

La Belle® disse...

Sim, perfeito! Porque se ainda brigam, é porque buscam melhorar ou resolver o que não concordam... Se não brigam, ou já estão desprezando o que o outro pensa, ou não é importante... Não acredito que pessoas que se amem convivam bem sem discutir ou brigar pelo que não concordam...

Arnild disse...

Beth,
Mais uma que se junta ao coro: perfeito!
Casal que não briga é sociedade, irmandade, pacto, ajuntamento, arranjo...menos casal!
Besos!

Antonio Fontelles disse...

Ah, a briga... que manifestação mais singela e salutar da alma humana, não? ;-)
No hinduísmo há o Deus Shiva, que é ao mesmo tempo o Deus da destruição, da transformação e da construção... na essência a energia é a mesma, a sabedoria está em saber como utilizá-la.
XXX/A

Bebete Indarte disse...

Eu acho que existem brigas, e brigas...briga é uma mini-guerra, e a proposta de uma guerra, não é vencer, é a paz, o diálogo, a lição aprendida que ninguém é mais do que ninguém.
No amor, e logo relacionamentos afetivos a maneira que se briga, os padrões de brigas é que às vezes estão errados, ou diria incorretos, principalmente se parte pra magoar o outro, inferiorizá-lo, castrá-lo.
Faz tempo que não sei o que é uma briga...de casal, acho que a minha cota se esgotou, já tive todas as brigas possíveis e imagináveis em relacionamentos, e isso me fez uma pessoa forte, essa pessoa que sou agora.
E cá entre nós, casal que nunca discute, é muito chato.

Tecnologia do Blogger.

Prova de humanidade

...acho que briga de casal é tão comum que não é exposição não, é prova de humanidade.

Foram essas as palavras da minha querida amiga Anna no blog de outro amigo especial, o Antônio. Sim, esta interação entre blogueiros gera mesmo uma dinâmica curiosa e a troca de idéias é uma constante (o que seria de mim sem vocês?). E eu acabei me inspirando e decidi me alongar no tema do post anterior...Porque como bem disse a Anna (e essa mulher tem cada tirada genial, confiram só no blog dela): briga de casal é mesmo prova de humanidade!

E digo mais, eu acredito que casal que nunca brigou ou está mentindo ou algo está muito errado. E no dia em que tiver a primeira briga de verdade, é pra separar - já vi casais tidos como exemplares viverem anos juntos e subitamente decidirem se separar, para assombro de amigos e familiares. Porque brigas fazem parte de qualquer relacionamento saudável em que exista uma troca sincera de idéias, sentimentos ou opiniões. Brigas em família, brigas entre amigos de infância, entre namorados. Enfim, brigas.

Mas a melhor parte das brigas é quando a gente aprende a lição pra não repetir a briga mais adiante e acabar criando um padrão destrutivo no relacionamento (o que infelizmente acontece com regularidade, outra prova inegável da nossa humanidade). Eu acredito que a briga em si não é o problema, o problema surge apenas quando as pessoas envolvidas não conseguem resolver o conflito. Porque quando o conflito é resolvido, o relacionamento só tem a ganhar. E cada briga é uma oportunidade de conhecer o outro ainda melhor (e quiçá não cometer o mesmo erro da próxima vez).

Só não me perguntem se gosto de brigas...porque eu não gosto mesmo! (haja coração)

5 comentários:

annix disse...

Aw! :)
P-E-R-F-E-I-T-O. Casal que não briga, amigo que não briga, familiar que não briga não existe ou está mentindo. Como vc disse, o negócio é saber resolver a briga :-)

La Belle® disse...

Sim, perfeito! Porque se ainda brigam, é porque buscam melhorar ou resolver o que não concordam... Se não brigam, ou já estão desprezando o que o outro pensa, ou não é importante... Não acredito que pessoas que se amem convivam bem sem discutir ou brigar pelo que não concordam...

Arnild disse...

Beth,
Mais uma que se junta ao coro: perfeito!
Casal que não briga é sociedade, irmandade, pacto, ajuntamento, arranjo...menos casal!
Besos!

Antonio Fontelles disse...

Ah, a briga... que manifestação mais singela e salutar da alma humana, não? ;-)
No hinduísmo há o Deus Shiva, que é ao mesmo tempo o Deus da destruição, da transformação e da construção... na essência a energia é a mesma, a sabedoria está em saber como utilizá-la.
XXX/A

Bebete Indarte disse...

Eu acho que existem brigas, e brigas...briga é uma mini-guerra, e a proposta de uma guerra, não é vencer, é a paz, o diálogo, a lição aprendida que ninguém é mais do que ninguém.
No amor, e logo relacionamentos afetivos a maneira que se briga, os padrões de brigas é que às vezes estão errados, ou diria incorretos, principalmente se parte pra magoar o outro, inferiorizá-lo, castrá-lo.
Faz tempo que não sei o que é uma briga...de casal, acho que a minha cota se esgotou, já tive todas as brigas possíveis e imagináveis em relacionamentos, e isso me fez uma pessoa forte, essa pessoa que sou agora.
E cá entre nós, casal que nunca discute, é muito chato.