terça-feira, outubro 02, 2007

To be continued...

O susto foi grande, bem grande. Porque as pessoas falam, falam, mas nem sempre se entendem. Porque elas se comunicam, mas existem falhas de comunicação. E porque a gente tem de prestar atenção não apenas no que foi dito mas principalmente no não dito! E a gente precisa ter cuidado pra não se precipitar e tomar tudo ao pé da letra. Pra não se precipitar e tomar decisões imaturas. Porque a gente fala sem pensar quando está com raiva e depois se arrepende do estrago. Felizmente alguns estragos ainda têm conserto...e passado o susto, a gente segue em frente mais forte. Sim, o coração ficou apertado mas desta vez as lágrimas não vieram. Porque no fundo ambos sabiam que ainda não era a hora de ir embora - porque ambos sabem que ainda há muito a viver e a aprender um com o outro. E enquanto estes dois corações continuarem batendo forte, ainda há muita estrada pela frente.

No mais, é como diz o poeta: que seja infinito enquanto dure.

7 comentários:

Anônimo disse...

Maar gelukkig hou ik van je!

Anônimo disse...

En die twee hartjes blijven hopelijk nog heel lang samen kloppen...

La Belle® disse...

Lindo, Bethinha!
E é assim mesmo.. Nada a acrescentar!
O bom de uma briguinha é fazermos as pazes!
Tenho novidade para te contar!
Bei-jupis!

Antonio Fontelles disse...

ahhh, wat mooi!!!! :-))
Ik was van plan om iets anders te schrijven, maar wat kan ik doen na het lezen van zo´n lieve berichtje zoals die van die anonimo hier boven (die volgens mij geen anonimo is, maar echter heeeeel bekend van jou, toch?) ;-)
geniet van je leven, meisje...
XXX/A

Beth Blue disse...

Je heeft gelijk, Antonio..hij is inderdaad geen anonimo maar heel erg bekend.

Two hearts beating as one. O que dizer, o amor é lindo ;-)

carla disse...

Ai, Beth viva cada dia como se fosse único!
Mil beijos da Carla.

Eu penso que... disse...

Vale a pena relembrar Luis de Camões:
Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?

Tecnologia do Blogger.

To be continued...

O susto foi grande, bem grande. Porque as pessoas falam, falam, mas nem sempre se entendem. Porque elas se comunicam, mas existem falhas de comunicação. E porque a gente tem de prestar atenção não apenas no que foi dito mas principalmente no não dito! E a gente precisa ter cuidado pra não se precipitar e tomar tudo ao pé da letra. Pra não se precipitar e tomar decisões imaturas. Porque a gente fala sem pensar quando está com raiva e depois se arrepende do estrago. Felizmente alguns estragos ainda têm conserto...e passado o susto, a gente segue em frente mais forte. Sim, o coração ficou apertado mas desta vez as lágrimas não vieram. Porque no fundo ambos sabiam que ainda não era a hora de ir embora - porque ambos sabem que ainda há muito a viver e a aprender um com o outro. E enquanto estes dois corações continuarem batendo forte, ainda há muita estrada pela frente.

No mais, é como diz o poeta: que seja infinito enquanto dure.

7 comentários:

Anônimo disse...

Maar gelukkig hou ik van je!

Anônimo disse...

En die twee hartjes blijven hopelijk nog heel lang samen kloppen...

La Belle® disse...

Lindo, Bethinha!
E é assim mesmo.. Nada a acrescentar!
O bom de uma briguinha é fazermos as pazes!
Tenho novidade para te contar!
Bei-jupis!

Antonio Fontelles disse...

ahhh, wat mooi!!!! :-))
Ik was van plan om iets anders te schrijven, maar wat kan ik doen na het lezen van zo´n lieve berichtje zoals die van die anonimo hier boven (die volgens mij geen anonimo is, maar echter heeeeel bekend van jou, toch?) ;-)
geniet van je leven, meisje...
XXX/A

Beth Blue disse...

Je heeft gelijk, Antonio..hij is inderdaad geen anonimo maar heel erg bekend.

Two hearts beating as one. O que dizer, o amor é lindo ;-)

carla disse...

Ai, Beth viva cada dia como se fosse único!
Mil beijos da Carla.

Eu penso que... disse...

Vale a pena relembrar Luis de Camões:
Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?