sexta-feira, agosto 05, 2011

A aventura continua

Desde meu post anterior, já passei 4 dias na Ilha Grande, onde curtimos dois dias de snorkel vendo peixes (parecia um aquário aquela Lagoa Verde). Pra alegria do Liam, até uma tartaruga marinha passou nadando do lado dele (ele que nunca tinha vista uma tartaruga marinha no seu habitat antes).  O tempo estava nublado mas (felizmente) não choveu. Voltamos na quarta pro Rio e ontem já fomos visitar o Parque da Catacumba na Lagoa. Descobrimos por acaso a trilha que sobe o morro da Catacumba e leva ao mirante com uma paisagem estonteante da cidade: de um lado a Lagoa Rodrigo de Freitas, de outro lado as praias de Ipanema e Leblon com o oceano Atlântico ao fundo. O dia ainda por cima estava lindo de morrer. São essas coisas que fazem do Rio uma cidade como nenhuma outra: natureza exuberante no meio da cidade, nem precisa procurar muito.

Hoje foi mais um dia corrido - mas muito bem vivido. Comecei com um espresso com crumble de banana no café do Parque Lage (linda localização, eu recomendo) com um amigo de longa data, o Pedro. Dali segui para Ipanema para almoçar com uma amiga dos tempos de faculdade de Letras que mora em Dublin há 10 anos. Giselle está por acaso no Rio na mesma época (dessas agradáveis coincidências da vida) então não quis perder a oportunidade de colocar o papo em dia...e de apresentar a ela o meu filho!

Amanhã o programa também é animado, vou almoçar no Porcão do Rio´s com meu tio e prima. Rodízio dos bons, com direito à vista para o Pão de Açúcar porque desta vez eu vim de turista, rsrsrs. E no final da tarde, seguiremos para o aeroporto pra pegar o vôo pra Porto Alegre, onde ficarei uma semana com tia e primos que não vejo há séculos...já tem até churrasco gaúcho programado pro domingo!

Em outras palavras, continuo curtindo muito minhas férias no Brasil (mas assustadíssima com o preço de tudo, o que fica pra outro post). E cada vez com menos vontade de voltar pra Holanda. Começo até a entender porque os brasileiros que vem todo ano ao Brasil tem mais dificuldades de se adaptar por lá...é tudo muito diferente mesmo! E eu que estava preocupada com o tal choque cultural reverso, agora estou preocupada mesmo é com o choque cultural da volta...Pode uma coisa dessas?




PS. Tirei muitas fotos mas só poderei colocá-las no blog quando retornar à Holanda.
PS2. Gente, quatro semanas não é suficiente no Brasil...socorro.

3 comentários:

Milena Fischborn disse...

Mas com umas férias destas, é obvio que vc tem muita coisa para contar!!!
A minha passada pelo Brasil foi rápida e se resumiu apenas a uma visita familiar. Fundamental para meu equilibrio psicológico, mas para mim não é "férias", não chega a ter nenhuma "novidade". E como "sou do sul", ainda fica mais descentralizado do resto do Brasil para passear um pouco, e acaba ficando muito caro se decidirmos passar uma semana na bahia, em Pernambuco ou outro lugar, por exemplo. Mas o principal é a falta de tempo, se com tão pouco tempo ainda não dedico a minha familia, eles ficam extremamente chateados. Jah decidi que irei ao Brasil apena suma vez a cada 2 anos, pois se néao acabo dedicando todas as minhas suadas férias anuais a minha familia, e aí não vejo e não faço mais nada da vida...
Eu estava feliz da vida meu meu churrasco gaúcho e todos os quitutes brasileiros aos quais tenho direito... mas cheguei com uma vontade imensa de comer um verdadeiro croissant francês e fiz uma "cura de croissant" de 1 semana! Agora sim estou pronta e quase recuperada para recomeçar a academia e dieta!!!
Aproveite as suas férias e espero que o tempo melhore em Porto Alegre... Acho que dos 10 dias, tive 8 de chuva!!!

Eve disse...

Que bom que vc está gostando, Beth! Depois queremos ver sua felicidade nas fotos.
Bjs!

Pri S. disse...

Eu tive choque da volta só porque passei um mês em SP, imagina vc vivendo tanta coisa linda!

Depois me conta se o "Porcão" é tudo o que dizem? Nunca fui...

Bjos!

Tecnologia do Blogger.

A aventura continua

Desde meu post anterior, já passei 4 dias na Ilha Grande, onde curtimos dois dias de snorkel vendo peixes (parecia um aquário aquela Lagoa Verde). Pra alegria do Liam, até uma tartaruga marinha passou nadando do lado dele (ele que nunca tinha vista uma tartaruga marinha no seu habitat antes).  O tempo estava nublado mas (felizmente) não choveu. Voltamos na quarta pro Rio e ontem já fomos visitar o Parque da Catacumba na Lagoa. Descobrimos por acaso a trilha que sobe o morro da Catacumba e leva ao mirante com uma paisagem estonteante da cidade: de um lado a Lagoa Rodrigo de Freitas, de outro lado as praias de Ipanema e Leblon com o oceano Atlântico ao fundo. O dia ainda por cima estava lindo de morrer. São essas coisas que fazem do Rio uma cidade como nenhuma outra: natureza exuberante no meio da cidade, nem precisa procurar muito.

Hoje foi mais um dia corrido - mas muito bem vivido. Comecei com um espresso com crumble de banana no café do Parque Lage (linda localização, eu recomendo) com um amigo de longa data, o Pedro. Dali segui para Ipanema para almoçar com uma amiga dos tempos de faculdade de Letras que mora em Dublin há 10 anos. Giselle está por acaso no Rio na mesma época (dessas agradáveis coincidências da vida) então não quis perder a oportunidade de colocar o papo em dia...e de apresentar a ela o meu filho!

Amanhã o programa também é animado, vou almoçar no Porcão do Rio´s com meu tio e prima. Rodízio dos bons, com direito à vista para o Pão de Açúcar porque desta vez eu vim de turista, rsrsrs. E no final da tarde, seguiremos para o aeroporto pra pegar o vôo pra Porto Alegre, onde ficarei uma semana com tia e primos que não vejo há séculos...já tem até churrasco gaúcho programado pro domingo!

Em outras palavras, continuo curtindo muito minhas férias no Brasil (mas assustadíssima com o preço de tudo, o que fica pra outro post). E cada vez com menos vontade de voltar pra Holanda. Começo até a entender porque os brasileiros que vem todo ano ao Brasil tem mais dificuldades de se adaptar por lá...é tudo muito diferente mesmo! E eu que estava preocupada com o tal choque cultural reverso, agora estou preocupada mesmo é com o choque cultural da volta...Pode uma coisa dessas?




PS. Tirei muitas fotos mas só poderei colocá-las no blog quando retornar à Holanda.
PS2. Gente, quatro semanas não é suficiente no Brasil...socorro.

3 comentários:

Milena Fischborn disse...

Mas com umas férias destas, é obvio que vc tem muita coisa para contar!!!
A minha passada pelo Brasil foi rápida e se resumiu apenas a uma visita familiar. Fundamental para meu equilibrio psicológico, mas para mim não é "férias", não chega a ter nenhuma "novidade". E como "sou do sul", ainda fica mais descentralizado do resto do Brasil para passear um pouco, e acaba ficando muito caro se decidirmos passar uma semana na bahia, em Pernambuco ou outro lugar, por exemplo. Mas o principal é a falta de tempo, se com tão pouco tempo ainda não dedico a minha familia, eles ficam extremamente chateados. Jah decidi que irei ao Brasil apena suma vez a cada 2 anos, pois se néao acabo dedicando todas as minhas suadas férias anuais a minha familia, e aí não vejo e não faço mais nada da vida...
Eu estava feliz da vida meu meu churrasco gaúcho e todos os quitutes brasileiros aos quais tenho direito... mas cheguei com uma vontade imensa de comer um verdadeiro croissant francês e fiz uma "cura de croissant" de 1 semana! Agora sim estou pronta e quase recuperada para recomeçar a academia e dieta!!!
Aproveite as suas férias e espero que o tempo melhore em Porto Alegre... Acho que dos 10 dias, tive 8 de chuva!!!

Eve disse...

Que bom que vc está gostando, Beth! Depois queremos ver sua felicidade nas fotos.
Bjs!

Pri S. disse...

Eu tive choque da volta só porque passei um mês em SP, imagina vc vivendo tanta coisa linda!

Depois me conta se o "Porcão" é tudo o que dizem? Nunca fui...

Bjos!