terça-feira, novembro 29, 2011

Unfriend(ly)





Nunca pensei que usaria o recurso Unfriend mas como estou em clima de final de ano (leia-se faxina geral), decidi remover uma pessoa da minha lista de amigos no Facebook. Sabe aquela pessoa que NUNCA dá um like, NUNCA comenta nos seus posts e pior ainda...você vai no blog da dita cuja e volta e meia comenta e ela NUNCA vai no seu blog comentar? Porque fiquem avisados: existe etiqueta entre blogueiros. Nem que seja pra ir no seu blog agradecer a visita e só.

A verdade é que, como comentei no próprio Facebook, não é nem uma questão de dar "like" ou não, nesse caso é total indiferença mesmo. Eu não conheço a dita cuja pessoalmente mas temos duas ou mais amigas em comum...na blogosfera. E eu caí na asneira de achar que talvez pudéssemos ser amigas. Sim, caí na armadilha de "somos brasileiras morando na Holanda"...que como eu mesma um dia escrevi aqui não necessariamente significa que seremos amigas! Não mesmo.

O pior de tudo é que fiquei com raiva de mim mesma por levar essa estória tão à sério (sou humana, dá licença?). Chega a ser ridículo na minha idade mas o meu problema é que não sei lidar com a indiferença. Você me ama ou me odeia, pode até falar mal de mim mas...indiferença é ruim demais! Sem falar que não existe amizade sem reciprocidade né?

A moral da estória é que vou ser ainda mais cautelosa ao adicionar amigos no Facebook (mea culpa, eu pedi pra adicioná-la). Porque cometer o mesmo erro duas vezes é burrice! E pra não falarem que estou ficando azeda, eu ainda acredito que exista muita gente legal neste planeta maluco em que vivemos. Ou ao menos, quero (preciso) acreditar. Então vamos em frente que atrás vem gente!

 E vocês, já passaram por algo semelhante?

12 comentários:

Milena F. disse...

Meu pai era adepto daquela frase: "que falem de bem ou de mal de mim, mas que falem!" hehehe
Eu sempre detestei essa "maxima", achava que se não fosse para falar bem, melhor que eu nem existisse para essas pessoas...
Mas entendo o que vc quer dizer... quando a gente se investe, acha que tem coisas em comum com alguém e vem essa indiferença em amizade (que nem chega a evoluir em amizade), isso acontece sempre comigo... Mas eu sou complicada mesmo, "não sei" fazer amizades ou cultiva-las... e então acabo pagando por isso!!!

Dama de Cinzas disse...

Já tem uns meses que resolvi faxina minha vida, virtual e pessoal. Quem não me dá atenção simplesmente foi cortado, porque não vou gastar energia com quem não merece. E acho que tá dando certo!
Beijocas

Anônimo disse...

Como não estou no FB, só posso arriscar um palpite, com base nas experiências "por tabela" que já tive com ele: a etiqueta no FB (se é que isso existe) tem regras próprias, talvez diferentes de outros sites. Não que isso justifique o comportamento da pessoa que você mencionou (pelo contrário), mas não sei se o que é considerado usual em outras esferas também se aplica ao FB. Tenho a impressão de que muitas pessoas adicionam vários "amigos" a seu perfil sem necessariamente ter a intenção de interagir com eles. Também acho errado, por exemplo, colocarem na Web fotos em que você aparece sem nem perguntar primeiro se está OK para você... mas aparentemente isso acontece de sobra no FB, entre várias outras coisas...

Bjs,
Gi

Pat Ferret disse...

Vou confessar: há um tempinho venho pensando em fazer isso tb, só que vou acabar apagando até gente da família e vai ser um babaaaaado!... Rsrsrsrs

Não vejo nada demais em dar "unfriend" em quem não é tão ativo, ou não tem tanta importância pra gente. As redes sociais são uma extensão da vida "real" e, no fundo, seguem as mesmas regras. Aliás, tenho até certeza de que já fui deletada de algumas listas, e nem percebi!... Rsrsrs

O que eu acho muito deselegante, e tb um tanto infantil, é ser retirada de uma lista de amigos simplesmente por expressar opiniões contrárias às da pessoa. Afinal, "achar diferente" não torna ninguém melhor ou pior e gente evoluída deve aprender a lidar com opiniões opostas, pq pode-se aprender muita coisa com elas. Mas, fazer o quê?... Cada um com seu cada um... Rsrsrs

Maria Valéria disse...

Já sim. a pior coisa é a amiga te pedir pra escrever, contando as novidades, vc, tonta, escreve e conta. a cretina, além de não contar nada sobre ela, nem responde ao seu mail. típico de quem só quer saber ' as novas' dos outros pra depois fofocar sobre o assunto. detalhe: vc conhece a ' peça'( conhece virtualmente).
outras pessoas, tenho tido vontade de tirar da minha lista do face, de tanto que tenho antipatia pelo que elas escrevem lá. bem ou mal, o face revela as pessoas, sabia? às vezes, revela o que a pessoa tem de pior: radicalismos extremos, lições de moral baratas, deboche mal- educado, etc... tô ficando de saco cheio disso... hehe!!.
bjs;-)

Anita disse...

Tudo é relativo.

Olha, tinha uma ex-colega de trabalho muito bacana que eu adicionei no FB (ou fui convidada por ela, nem sei). Durante um ano ela nunca reagia a nada... Nem foto no perfil tinha, era só uma vaquinha (uahahaha!). Dei um "unfriend" nela. Pois não é que ela me pediu para adicioná-la novamente e não ficar com mágoa por ela ser tão ausente ? Adicionei e até hoje... nada. Ela não se mexe no FB. Em compensação passamos a nos ligar pelo telefone. Foi/é sempre ótimo esse contato. Ela tem duas filhas bem pequenas, mora longe, e fica meio atrapalhada com criar filhos/procurar emprego/dar conta da casa. Tudo bem.
Por outro lado... tem um ex-colegas que me enviaram convite para friends no FB e são uma perda de tempo total eu ficar sabendo das atualizaçoes deles. Só falam de bar, cerveja, piada sem graça... ah, dou "unfriend" direto, na boa mesmo, sem perdão nem remorso !!
Já até li essa semana na Epoca ou outra revista que quem tem mais de cerca de 150 amigos demonstra não ter muito critério para amizades, só busca "volume". Essa busca incessante de popularidaade pode justamente mostrar a superficilidade da pessoa. Eu volta e meia elimino uma pessoa ou outra. Tipo: parente que durante um ano não escreveu nada no proprio muro, nem me visitou. Ou seja: gente que não se mexe ou só fala baboseira eu corto fora.

Palavras Vagabundas disse...

Beth,
já me aconteceu na blogosfera, eu reconheço que nem sempre dá para a pessoa comentar tudo que eu escrevo e que o tempo é escasso prá todo mundo, mas total indiferença! Me chateia sim! Atualmente após algumas tentativas, dou tchau.
bjs
Jussara

Beth Blue disse...

Anita, eu poderia ter escrito isso aqui, sem tirar nem por:

Já até li essa semana na Epoca ou outra revista que quem tem mais de cerca de 150 amigos demonstra não ter muito critério para amizades, só busca "volume". Essa busca incessante de popularidaade pode justamente mostrar a superficilidade da pessoa.

Eu até tenho amigos com mais de 500 amigos mas olha, pra mim não funciona. Eu prefiro ter poucos e bons do que muitos que nada acrescentam...Mas isso sou eu, né? Tem gente que adora colecionar amigos como quem coleciona selos...ou figurinhas.

LESS IS MORE, dear friends.

Beth Blue disse...

Jussara, este caso é na blogosfera e no Facebook. Ou seja, eu simplesmente não existo para a pessoa! Seria trágico se não fosse cômico (notem o trocadilho).

Enfim, pra mim é assunto encerrado...tem tanta gente que gosta de mim, pra que correr atrás de quem não gosta? ;-)

Beth Blue disse...

Pat, eu nunca deletei ninguém da lista só por ter opinião diferente. Esta é outra questão...eu acho que o importante é respeitar as diferenças porque nunca você encontrará uma pessoa que concorde em TUDO com você.

Eu e meu namorado, por ex, temos visões políticas bem diferentes e eu prefiro nem discutir mais pra não me incomodar! Com amizades verdadeiras isso também ocorre.

Mas olha, tem uns fulanos que ficam fazendo campanha no Facebook que me tiram do sério...dá vontade de UNFRIEND mesmo. Mas eu sou gente boa então deixo quieto, rsrsrsr.

Pat Ferret disse...

Mas nesse caso, e no que a Val comenta, não é uma simples questão de discordar da opinião alheia, né? Porque tem umas postagens que realmente invadem a paciência da gente... 'Inda outro dia acordei meio ranzinza e mandei um protesto contra quem posta foto de bicho mutilado no meu mural – e acho que a mensagem atingiu o alvo porque, pelo menos nesses últimos dias, a coisa amainou... Rsrsrs

Maria Valéria disse...

Bicho mutilado eu nem acho ruim, não. desde que seja no mural da própria pessoa e não invadindo o meu, né? só invado o mural dos outros qdo sei que o assunto realmente interessa pra pessoa, ou invado com besteirinhas o da minha irmã e de amiga muito íntima!!...
UMA vez, um fulano implicou que EU postava coisas de astrologia no MEU MURAL e pediu pra eu ' parar de postar besteira. ué, o mural é meu. nele posto o que eu quiser. nem precisa dizer que foi isso que respondi pro infeliz, e depois o deletei, né?? kkk
qto a opiniões políticas, um, pequeno aparte: como sou paulista, evito postar sobre isso, pq no meu estado sou minoria e sei que vou ser linchada... hehe!!. Mas, tirando esse aparte, concordo que vc possa odiar o LULA, mas daí a fazer campanha pedindo pra ele morrer, pra ele agonizar na fila do SuS, são outros quinhentos, né?? sem contar que vi isso no mural de gente culta, pós graduada e que se diz ' defensora de animaizinhos inocentes' ou ' defensora dos direitos hum,anos'. Como dizia o bordão de uma novela de dez anos atrás( com perdão da palavra)- Vai arder no mármore do inferno,vai... kkk!!!!!
bjs às duas(Beth e Pat)

Tecnologia do Blogger.

Unfriend(ly)





Nunca pensei que usaria o recurso Unfriend mas como estou em clima de final de ano (leia-se faxina geral), decidi remover uma pessoa da minha lista de amigos no Facebook. Sabe aquela pessoa que NUNCA dá um like, NUNCA comenta nos seus posts e pior ainda...você vai no blog da dita cuja e volta e meia comenta e ela NUNCA vai no seu blog comentar? Porque fiquem avisados: existe etiqueta entre blogueiros. Nem que seja pra ir no seu blog agradecer a visita e só.

A verdade é que, como comentei no próprio Facebook, não é nem uma questão de dar "like" ou não, nesse caso é total indiferença mesmo. Eu não conheço a dita cuja pessoalmente mas temos duas ou mais amigas em comum...na blogosfera. E eu caí na asneira de achar que talvez pudéssemos ser amigas. Sim, caí na armadilha de "somos brasileiras morando na Holanda"...que como eu mesma um dia escrevi aqui não necessariamente significa que seremos amigas! Não mesmo.

O pior de tudo é que fiquei com raiva de mim mesma por levar essa estória tão à sério (sou humana, dá licença?). Chega a ser ridículo na minha idade mas o meu problema é que não sei lidar com a indiferença. Você me ama ou me odeia, pode até falar mal de mim mas...indiferença é ruim demais! Sem falar que não existe amizade sem reciprocidade né?

A moral da estória é que vou ser ainda mais cautelosa ao adicionar amigos no Facebook (mea culpa, eu pedi pra adicioná-la). Porque cometer o mesmo erro duas vezes é burrice! E pra não falarem que estou ficando azeda, eu ainda acredito que exista muita gente legal neste planeta maluco em que vivemos. Ou ao menos, quero (preciso) acreditar. Então vamos em frente que atrás vem gente!

 E vocês, já passaram por algo semelhante?

12 comentários:

Milena F. disse...

Meu pai era adepto daquela frase: "que falem de bem ou de mal de mim, mas que falem!" hehehe
Eu sempre detestei essa "maxima", achava que se não fosse para falar bem, melhor que eu nem existisse para essas pessoas...
Mas entendo o que vc quer dizer... quando a gente se investe, acha que tem coisas em comum com alguém e vem essa indiferença em amizade (que nem chega a evoluir em amizade), isso acontece sempre comigo... Mas eu sou complicada mesmo, "não sei" fazer amizades ou cultiva-las... e então acabo pagando por isso!!!

Dama de Cinzas disse...

Já tem uns meses que resolvi faxina minha vida, virtual e pessoal. Quem não me dá atenção simplesmente foi cortado, porque não vou gastar energia com quem não merece. E acho que tá dando certo!
Beijocas

Anônimo disse...

Como não estou no FB, só posso arriscar um palpite, com base nas experiências "por tabela" que já tive com ele: a etiqueta no FB (se é que isso existe) tem regras próprias, talvez diferentes de outros sites. Não que isso justifique o comportamento da pessoa que você mencionou (pelo contrário), mas não sei se o que é considerado usual em outras esferas também se aplica ao FB. Tenho a impressão de que muitas pessoas adicionam vários "amigos" a seu perfil sem necessariamente ter a intenção de interagir com eles. Também acho errado, por exemplo, colocarem na Web fotos em que você aparece sem nem perguntar primeiro se está OK para você... mas aparentemente isso acontece de sobra no FB, entre várias outras coisas...

Bjs,
Gi

Pat Ferret disse...

Vou confessar: há um tempinho venho pensando em fazer isso tb, só que vou acabar apagando até gente da família e vai ser um babaaaaado!... Rsrsrsrs

Não vejo nada demais em dar "unfriend" em quem não é tão ativo, ou não tem tanta importância pra gente. As redes sociais são uma extensão da vida "real" e, no fundo, seguem as mesmas regras. Aliás, tenho até certeza de que já fui deletada de algumas listas, e nem percebi!... Rsrsrs

O que eu acho muito deselegante, e tb um tanto infantil, é ser retirada de uma lista de amigos simplesmente por expressar opiniões contrárias às da pessoa. Afinal, "achar diferente" não torna ninguém melhor ou pior e gente evoluída deve aprender a lidar com opiniões opostas, pq pode-se aprender muita coisa com elas. Mas, fazer o quê?... Cada um com seu cada um... Rsrsrs

Maria Valéria disse...

Já sim. a pior coisa é a amiga te pedir pra escrever, contando as novidades, vc, tonta, escreve e conta. a cretina, além de não contar nada sobre ela, nem responde ao seu mail. típico de quem só quer saber ' as novas' dos outros pra depois fofocar sobre o assunto. detalhe: vc conhece a ' peça'( conhece virtualmente).
outras pessoas, tenho tido vontade de tirar da minha lista do face, de tanto que tenho antipatia pelo que elas escrevem lá. bem ou mal, o face revela as pessoas, sabia? às vezes, revela o que a pessoa tem de pior: radicalismos extremos, lições de moral baratas, deboche mal- educado, etc... tô ficando de saco cheio disso... hehe!!.
bjs;-)

Anita disse...

Tudo é relativo.

Olha, tinha uma ex-colega de trabalho muito bacana que eu adicionei no FB (ou fui convidada por ela, nem sei). Durante um ano ela nunca reagia a nada... Nem foto no perfil tinha, era só uma vaquinha (uahahaha!). Dei um "unfriend" nela. Pois não é que ela me pediu para adicioná-la novamente e não ficar com mágoa por ela ser tão ausente ? Adicionei e até hoje... nada. Ela não se mexe no FB. Em compensação passamos a nos ligar pelo telefone. Foi/é sempre ótimo esse contato. Ela tem duas filhas bem pequenas, mora longe, e fica meio atrapalhada com criar filhos/procurar emprego/dar conta da casa. Tudo bem.
Por outro lado... tem um ex-colegas que me enviaram convite para friends no FB e são uma perda de tempo total eu ficar sabendo das atualizaçoes deles. Só falam de bar, cerveja, piada sem graça... ah, dou "unfriend" direto, na boa mesmo, sem perdão nem remorso !!
Já até li essa semana na Epoca ou outra revista que quem tem mais de cerca de 150 amigos demonstra não ter muito critério para amizades, só busca "volume". Essa busca incessante de popularidaade pode justamente mostrar a superficilidade da pessoa. Eu volta e meia elimino uma pessoa ou outra. Tipo: parente que durante um ano não escreveu nada no proprio muro, nem me visitou. Ou seja: gente que não se mexe ou só fala baboseira eu corto fora.

Palavras Vagabundas disse...

Beth,
já me aconteceu na blogosfera, eu reconheço que nem sempre dá para a pessoa comentar tudo que eu escrevo e que o tempo é escasso prá todo mundo, mas total indiferença! Me chateia sim! Atualmente após algumas tentativas, dou tchau.
bjs
Jussara

Beth Blue disse...

Anita, eu poderia ter escrito isso aqui, sem tirar nem por:

Já até li essa semana na Epoca ou outra revista que quem tem mais de cerca de 150 amigos demonstra não ter muito critério para amizades, só busca "volume". Essa busca incessante de popularidaade pode justamente mostrar a superficilidade da pessoa.

Eu até tenho amigos com mais de 500 amigos mas olha, pra mim não funciona. Eu prefiro ter poucos e bons do que muitos que nada acrescentam...Mas isso sou eu, né? Tem gente que adora colecionar amigos como quem coleciona selos...ou figurinhas.

LESS IS MORE, dear friends.

Beth Blue disse...

Jussara, este caso é na blogosfera e no Facebook. Ou seja, eu simplesmente não existo para a pessoa! Seria trágico se não fosse cômico (notem o trocadilho).

Enfim, pra mim é assunto encerrado...tem tanta gente que gosta de mim, pra que correr atrás de quem não gosta? ;-)

Beth Blue disse...

Pat, eu nunca deletei ninguém da lista só por ter opinião diferente. Esta é outra questão...eu acho que o importante é respeitar as diferenças porque nunca você encontrará uma pessoa que concorde em TUDO com você.

Eu e meu namorado, por ex, temos visões políticas bem diferentes e eu prefiro nem discutir mais pra não me incomodar! Com amizades verdadeiras isso também ocorre.

Mas olha, tem uns fulanos que ficam fazendo campanha no Facebook que me tiram do sério...dá vontade de UNFRIEND mesmo. Mas eu sou gente boa então deixo quieto, rsrsrsr.

Pat Ferret disse...

Mas nesse caso, e no que a Val comenta, não é uma simples questão de discordar da opinião alheia, né? Porque tem umas postagens que realmente invadem a paciência da gente... 'Inda outro dia acordei meio ranzinza e mandei um protesto contra quem posta foto de bicho mutilado no meu mural – e acho que a mensagem atingiu o alvo porque, pelo menos nesses últimos dias, a coisa amainou... Rsrsrs

Maria Valéria disse...

Bicho mutilado eu nem acho ruim, não. desde que seja no mural da própria pessoa e não invadindo o meu, né? só invado o mural dos outros qdo sei que o assunto realmente interessa pra pessoa, ou invado com besteirinhas o da minha irmã e de amiga muito íntima!!...
UMA vez, um fulano implicou que EU postava coisas de astrologia no MEU MURAL e pediu pra eu ' parar de postar besteira. ué, o mural é meu. nele posto o que eu quiser. nem precisa dizer que foi isso que respondi pro infeliz, e depois o deletei, né?? kkk
qto a opiniões políticas, um, pequeno aparte: como sou paulista, evito postar sobre isso, pq no meu estado sou minoria e sei que vou ser linchada... hehe!!. Mas, tirando esse aparte, concordo que vc possa odiar o LULA, mas daí a fazer campanha pedindo pra ele morrer, pra ele agonizar na fila do SuS, são outros quinhentos, né?? sem contar que vi isso no mural de gente culta, pós graduada e que se diz ' defensora de animaizinhos inocentes' ou ' defensora dos direitos hum,anos'. Como dizia o bordão de uma novela de dez anos atrás( com perdão da palavra)- Vai arder no mármore do inferno,vai... kkk!!!!!
bjs às duas(Beth e Pat)