quarta-feira, agosto 22, 2012

Fim-de-semana tropical

Praia holandesa

Quem mora no Brasil vai rir deste post mas este fim-de-semana tivemos temperaturas tropicais e o país inteiro foi pras praias (sim, caros leitores, na Holanda tem praia). Foi só o termômetro marcar uns 34 graus que lá se vão quilometros e quilometros de engarrafamento nas estradas! Pra quem mora no nordeste do Brasil, por exemplo - ou mesmo no Rio onde morei antes de me mudar pra Europa - parece piada mas não é…desde 1994 (aliás ano que me mudei pra Amsterdam) que não fazia um fim-de-semana tão quente assim!!! Domingo chegou a fazer 38 graus no sul do país (Limburg), conforme uma amiga brasileira alegremente informou no Facebook dela.

E eu tenho a sorte de ser amiga do meu ex-namorado (isso mesmo), que me "patrocinou" um fim-de-semana na cidade dele. Ele mora em Haia, onde fica a praia mais famosa da Holanda: Scheveningen. Então lá fui eu de mochila no sábado de trem - e ainda por cima de primeira classe pois tinha um cupom especial - e voltei domingo à noite. Fomos dois dias à minha praia favorita: Kijkduin (foto acima), que é bem menor e menos lotada do que a turística Scheveningen (porque como boa "local" eu fujo de turistas, né?). Na verdade, Kijkduin é uma praia tipo família e vive lotada de crianças! O mar é tranquilo e portanto ideal para nadar ou se refrescar. Enfim, tivemos um fim-de-semana super agradável, até sair para jantar saímos e colocamos o assunto em dia. F. adora me filho Liam, estivemos os três semana passada e Haia mas esta semana meu filho está com o pai na Inglaterra então não veio comigo.

Pois viver no norte da Europa é isso! Quem mora no sul da Europa (Portugal, Espanha, sul da França) tem sofrido temperaturas acima de 40 graus, com muitas queimadas neste verão. Em Sevilla chega a fazer 45 graus, exatamente como no norte da África!!! Eu mesma peguei 43 graus na Tunísia no verão…temperatura "normal" por aquelas bandas, eu e meu filho (nascido na Holanda) quase morremos de calor! Ou seja, morar no NORTE ou no SUL da Europa faz uma diferença enorme. No norte (Holanda, Alemanha, Escandinávia, Inglaterra, Irlanda e também norte da França), quando faz 25 graus o pessoal já está rumando para as praias ou piscinas, todo mundo de camiseta e chinelo de dedo! Eu admito que não apenas faço o mesmo como prefiro temperaturas abaixo de 30 graus! Nos meus tempos de Brasil eu já sofria muito com o calorão: eu tinha pressão baixa e vez ou outra até desmaiava na rua! Por isso que achei o “inverno carioca” ano passado simplesmente PERFEITO: temperaturas médias de 25 a 28 graus. E claro que eu fui à praia, sou européia né?!!

E no momento que publico este post é quarta-feira e as temperaturas já baixaram 10 graus desde segunda... A previsão da semana toda não passa de uns 24 graus (ou menos porque verão holandês é assim), com probabilidade de chuvas a partir de amanhã...por essas e outras é que quando faz calor por estas bandas a população vai em massa para as praias!




PS: A foto não é minha porque a mula aqui ainda está aprendendo a mover as fotos do iPhone para o PC. Sim, sou de outra geração...jurássica!

6 comentários:

Mateus Medina disse...

Por aqui em Portugal o troço tá feio... e olhe que eu vivo na zona de Lisboa, que é bem mais "soft" que os Alentejos da vida... mas ultimamente não há dia que não bata 36º ,38º =/

Como eu sofro com o calor e não sou rato de praia (e nesse momento, todo mundo se vira pra mim e pergunta: "você nasceu mesmo em Salvador?" rsrsrs), fico rezando pela chegada do inverno... não é que eu desgoste de praia, mas uma semaninha de praia pra mim chega e basta por um ano... e no resto do verão, eu sofro com esse calor desgraçado... rsrsrsrs

Mas, eu sai que pras bandas daí é diferente, então, ainda bem que acontecem esses dias assim, porque de certo modo faz bem a "alma do povo", uns atípicos dias de sol, calor e praia...

bjocas

Albuq disse...

Eu moro próximo da praia, quase nunca vou, quando leio um post assim fico super instigada e acho uma bobagem perder dias de sol tão lindos!
Belo post!

Beth Blue disse...

Pois é, a gente só aprende a dar valor aos dias de sol quando passa mesmo a morar no NORTE da Europa...eu no Rio nem dava muita bola, cresci com praia praticamente o ano inteiro...ia quando dava vontade.

Aqui na Holanda dias de sol e calor como no fim-de-semana passado são tão raros (desde 1994 que não fazia assim, vejam bem) que as pessoas tem MESMO que ir pra rua...tanto que fim-de-semana que vem já tem previsão de chuva. Mas eu estive em Lisboa em julho (antes de ter meu filho então faz séculos) e me lembro de ter pego 43 graus em agosto!!! E claro, estive na Tunísia no mês de julho e tivemos sol TODOS os dias durante 8 dias: muita praia e piscina.

Eu não preciso de praia o ano inteiro mas sol aqui na Holanda faz falta, a gente tem de aproveitar mesmo quando aparece pra se prepara pro outono-inverno que já vem por aí. Sem exagero, são 6 meses escuros por aqui. Sorte que no outono ainda pode fazer uns dias lindíssimos (entre semanas de tempo chuvoso e nublado) e ai todo mundo sai pra rua de novo...no inverno quando neva então é uma beleza!

Milena F. disse...

Provavelmente eu ria adorar essa praia holandesa!!! Consegui 2 dias de folga e tb fugi para a praia! No final de semana não deu, os preços de passagens de trem estavam lá nas alturas além de alguns esgotados, o jeito foi me contentar com parque aquático mesmo! kkk

tania disse...

Que maravilha! Deu pra matar a saudade da praia carioca? Como sua amiga falou aí em cima, também moro tão perto da praia e nunca vou lá. Tenho preguiça. Aliás, sempre me recrimino por isso. Devia me animar e ir à praia, mas acho um troço tão sem sentido. Não consigo...rs
Beijos

Eliana disse...

Meu irmão e cunhada pegaram este calorzão todos e ficaram apavorados hahahaha Mas foi mesmo forte, de deixar tudo aberto e de madrugada bater a máxima de 28 graus dentro da sala. Loucura! rs

Tecnologia do Blogger.

Fim-de-semana tropical

Praia holandesa

Quem mora no Brasil vai rir deste post mas este fim-de-semana tivemos temperaturas tropicais e o país inteiro foi pras praias (sim, caros leitores, na Holanda tem praia). Foi só o termômetro marcar uns 34 graus que lá se vão quilometros e quilometros de engarrafamento nas estradas! Pra quem mora no nordeste do Brasil, por exemplo - ou mesmo no Rio onde morei antes de me mudar pra Europa - parece piada mas não é…desde 1994 (aliás ano que me mudei pra Amsterdam) que não fazia um fim-de-semana tão quente assim!!! Domingo chegou a fazer 38 graus no sul do país (Limburg), conforme uma amiga brasileira alegremente informou no Facebook dela.

E eu tenho a sorte de ser amiga do meu ex-namorado (isso mesmo), que me "patrocinou" um fim-de-semana na cidade dele. Ele mora em Haia, onde fica a praia mais famosa da Holanda: Scheveningen. Então lá fui eu de mochila no sábado de trem - e ainda por cima de primeira classe pois tinha um cupom especial - e voltei domingo à noite. Fomos dois dias à minha praia favorita: Kijkduin (foto acima), que é bem menor e menos lotada do que a turística Scheveningen (porque como boa "local" eu fujo de turistas, né?). Na verdade, Kijkduin é uma praia tipo família e vive lotada de crianças! O mar é tranquilo e portanto ideal para nadar ou se refrescar. Enfim, tivemos um fim-de-semana super agradável, até sair para jantar saímos e colocamos o assunto em dia. F. adora me filho Liam, estivemos os três semana passada e Haia mas esta semana meu filho está com o pai na Inglaterra então não veio comigo.

Pois viver no norte da Europa é isso! Quem mora no sul da Europa (Portugal, Espanha, sul da França) tem sofrido temperaturas acima de 40 graus, com muitas queimadas neste verão. Em Sevilla chega a fazer 45 graus, exatamente como no norte da África!!! Eu mesma peguei 43 graus na Tunísia no verão…temperatura "normal" por aquelas bandas, eu e meu filho (nascido na Holanda) quase morremos de calor! Ou seja, morar no NORTE ou no SUL da Europa faz uma diferença enorme. No norte (Holanda, Alemanha, Escandinávia, Inglaterra, Irlanda e também norte da França), quando faz 25 graus o pessoal já está rumando para as praias ou piscinas, todo mundo de camiseta e chinelo de dedo! Eu admito que não apenas faço o mesmo como prefiro temperaturas abaixo de 30 graus! Nos meus tempos de Brasil eu já sofria muito com o calorão: eu tinha pressão baixa e vez ou outra até desmaiava na rua! Por isso que achei o “inverno carioca” ano passado simplesmente PERFEITO: temperaturas médias de 25 a 28 graus. E claro que eu fui à praia, sou européia né?!!

E no momento que publico este post é quarta-feira e as temperaturas já baixaram 10 graus desde segunda... A previsão da semana toda não passa de uns 24 graus (ou menos porque verão holandês é assim), com probabilidade de chuvas a partir de amanhã...por essas e outras é que quando faz calor por estas bandas a população vai em massa para as praias!




PS: A foto não é minha porque a mula aqui ainda está aprendendo a mover as fotos do iPhone para o PC. Sim, sou de outra geração...jurássica!

6 comentários:

Mateus Medina disse...

Por aqui em Portugal o troço tá feio... e olhe que eu vivo na zona de Lisboa, que é bem mais "soft" que os Alentejos da vida... mas ultimamente não há dia que não bata 36º ,38º =/

Como eu sofro com o calor e não sou rato de praia (e nesse momento, todo mundo se vira pra mim e pergunta: "você nasceu mesmo em Salvador?" rsrsrs), fico rezando pela chegada do inverno... não é que eu desgoste de praia, mas uma semaninha de praia pra mim chega e basta por um ano... e no resto do verão, eu sofro com esse calor desgraçado... rsrsrsrs

Mas, eu sai que pras bandas daí é diferente, então, ainda bem que acontecem esses dias assim, porque de certo modo faz bem a "alma do povo", uns atípicos dias de sol, calor e praia...

bjocas

Albuq disse...

Eu moro próximo da praia, quase nunca vou, quando leio um post assim fico super instigada e acho uma bobagem perder dias de sol tão lindos!
Belo post!

Beth Blue disse...

Pois é, a gente só aprende a dar valor aos dias de sol quando passa mesmo a morar no NORTE da Europa...eu no Rio nem dava muita bola, cresci com praia praticamente o ano inteiro...ia quando dava vontade.

Aqui na Holanda dias de sol e calor como no fim-de-semana passado são tão raros (desde 1994 que não fazia assim, vejam bem) que as pessoas tem MESMO que ir pra rua...tanto que fim-de-semana que vem já tem previsão de chuva. Mas eu estive em Lisboa em julho (antes de ter meu filho então faz séculos) e me lembro de ter pego 43 graus em agosto!!! E claro, estive na Tunísia no mês de julho e tivemos sol TODOS os dias durante 8 dias: muita praia e piscina.

Eu não preciso de praia o ano inteiro mas sol aqui na Holanda faz falta, a gente tem de aproveitar mesmo quando aparece pra se prepara pro outono-inverno que já vem por aí. Sem exagero, são 6 meses escuros por aqui. Sorte que no outono ainda pode fazer uns dias lindíssimos (entre semanas de tempo chuvoso e nublado) e ai todo mundo sai pra rua de novo...no inverno quando neva então é uma beleza!

Milena F. disse...

Provavelmente eu ria adorar essa praia holandesa!!! Consegui 2 dias de folga e tb fugi para a praia! No final de semana não deu, os preços de passagens de trem estavam lá nas alturas além de alguns esgotados, o jeito foi me contentar com parque aquático mesmo! kkk

tania disse...

Que maravilha! Deu pra matar a saudade da praia carioca? Como sua amiga falou aí em cima, também moro tão perto da praia e nunca vou lá. Tenho preguiça. Aliás, sempre me recrimino por isso. Devia me animar e ir à praia, mas acho um troço tão sem sentido. Não consigo...rs
Beijos

Eliana disse...

Meu irmão e cunhada pegaram este calorzão todos e ficaram apavorados hahahaha Mas foi mesmo forte, de deixar tudo aberto e de madrugada bater a máxima de 28 graus dentro da sala. Loucura! rs