segunda-feira, janeiro 21, 2013

Aborrescente



Engraçado como as pessoas costumam reclamar que adolescente isso, adolescente aquilo etc etc etc. Eu sei que posso estar sendo (extremamente) naïve ao escrever este post mas por enquanto meu "aborrescente" não tem me dado dores de cabeça! Tudo bem que ainda faltam 3 meses pra ele completar 13 anos mas muita coisa tem mudado aqui em casa nos últimos tempos.

A começar pela nova escola. Desde que mudou de escola, o menino agora só fala em smartphone, Facebook e What's App! Pra sorte dele, sua mãe não é tão antiga assim a ponto de não saber do que se trata. Pelo contrário, tenho Facebook, sou apaixonada pelo meu iPhone (e pelo iPad que meu filho insiste em levar junto pra casa do pai toda semana). E quanto ao tal app What's App...eu me pergunto porque esses garotos simplesmente não pegam o tal smartphone e ligam pros amigos?!! Porque What's App é nada mais que uma espécie de sms gratuito, né? Tipo chat. Enfim, até agora tenho conseguido "acompanhar a moda". Posso não ser a expert em informática mas eu me viro. Tenho há anos este blog e mais um de scrapbooking. Já tive Orkut, tenho Facebook (tantas emoções, minha gente). Tenho conta no Twitter que esqueço de usar porque odeio aquela estória de 140 caracteres. E tenho LinkedIn que pra ser sincera, até hoje não me serviu pra arrumar emprego algum!!!

Mas voltando ao aborrescente do título (o daqui de casa), outro assunto inesgotável são os games, o pesadelo de muitas as mães! No caso do meu filho, a última novidade é que o rapaz viciou no Xbox 360. E claro que já tivemos muita briga aqui em casa por causa disso porque se deixar são horas de game e nada mais acontece...Mas eu consegui estabelecer algumas "regras de ouro": dever de casa primeiro, se não fizer não tem game! E mais (porque eu posso ser bacana mas não sou burra): se o boletim começar a vir com notas vermelhas, o Xbox 360 irá sumir....Aqui em casa educação é prioridade, ainda mais em tempos de crise do euro! Um dos valores que herdei da minha criação.

Quando não está fazendo dever de casa ou jogando no XBox (!!!), Liam geralmente assiste Disney Chanel (as séries para adolescentes), embora tenha assistado mais Comedy Central. Há tempos que ele curte South Park...mas haja palavrão, hein? Eu até admito que curto o programa mas mesmo assim. Ele também curte Family Guy e American Dad. Assistimos sempre juntos porque eu também mereço dar umas risadas de vez em quando, né? E aproveito quando tem um tema mais pesado no South Park pra discutir o assunto com o menino (fica a dica para as mamães de plantão). Porque vamos combinar, South Park não é coisa de criança. Pra sorte dele, eu estou aberta para toda e qualquer discussão, o que já não foi o caso da minha mãe para a qual existiam muitos tabus...desde que ele pergunte e puxe assunto, eu converso sobre sexo, homossexuais, drogas, álcool...enfim, é só perguntar. Melhor do que aprender na rua, né?

Last but not least, já comentei aqui antes que estou criando um cinéfilo mirim e em breve irei postar sobre isso. Meu filho pode não gostar de ler (munha grande tristeza mas não adianta forçar que é pior, né?) mas está se tornando um grande apreciador da sétima arte. Então eu finalmente posso dizer: "Filho de peixe, peixinho é."

To be continued...

5 comentários:

Maria Valéria disse...

Sem contar os desenhos que ele fez,dignos de um artista...e falo com conhecimento de causa porque eu vi...hehehe!!! Bjs

Pri S. disse...

Até a adolescência possui fases... Esperemos que o Liam continue um não aborrecente... rsrsrsrs Mas de qualquer forma, acho que não dá pra tratar adolescente como "categoria", como as pessoas costumam fazer, sabe? Existem muitos grupos distintos e mesmo dentro dos grupos eles são diferentes. Olha o seu menino que fofo, né? Adolescente é desafio mas não é sinônimo de encrenca! hahahaha Nem sempre, pelo menos... :-p

Beth Blue disse...

Pri, acabei de ler um livro sobre adolescentes ótimo, que diz exatamente isso. Nada de pânico nesta hora, hehehe. Depende muito de como os pais lidam com as crises em casa, como se comunicam com o adolescente.

Adolescente gosta de ter seu espaço e de ser respeitado. E claro, é a fase das experimentações - o que não precisa ser um drama! Adolescente saudável e seguro do amor dos pais experimenta, erra e aprende com os erros.

O livro é excelente, fala de vários temas sem tabus (incl sexualidade, drogas, etc). Mas é em holandês então não posso te recomendar a leitura!

Luana disse...

Beth, eu nao tenho filhos, mas tenho uma irma bem mais nova do que eu, que tem 15 anos... Uma das coisas que mais me doem eh ver que ela nao gosta de ler... pelo menos filmes ela gosta, mas nem tente algo muito elaborado, ela quer tudo mastigadinho... A coisa ta num nivel que ela repetiu de ano e vai cursar o primeiro colegial de novo... Maior drama na minha casa...
Minha mae fala que eh fase.. que ela ainda vai se encontrar.. espero que sim! por duvida ja tiramos o video game do alcance.. haha

Ligia Costa disse...

Beth, tenho dois filhos casados de quase 30 anos e te afirmo q tenho saudades da fase da adolescencia deles, as vezes e complicada, temos q estar sempre nos reinventando para atender as demandas as q surgem, mas e uma fase alegre, movimentada, gostosa tb

Tecnologia do Blogger.

Aborrescente



Engraçado como as pessoas costumam reclamar que adolescente isso, adolescente aquilo etc etc etc. Eu sei que posso estar sendo (extremamente) naïve ao escrever este post mas por enquanto meu "aborrescente" não tem me dado dores de cabeça! Tudo bem que ainda faltam 3 meses pra ele completar 13 anos mas muita coisa tem mudado aqui em casa nos últimos tempos.

A começar pela nova escola. Desde que mudou de escola, o menino agora só fala em smartphone, Facebook e What's App! Pra sorte dele, sua mãe não é tão antiga assim a ponto de não saber do que se trata. Pelo contrário, tenho Facebook, sou apaixonada pelo meu iPhone (e pelo iPad que meu filho insiste em levar junto pra casa do pai toda semana). E quanto ao tal app What's App...eu me pergunto porque esses garotos simplesmente não pegam o tal smartphone e ligam pros amigos?!! Porque What's App é nada mais que uma espécie de sms gratuito, né? Tipo chat. Enfim, até agora tenho conseguido "acompanhar a moda". Posso não ser a expert em informática mas eu me viro. Tenho há anos este blog e mais um de scrapbooking. Já tive Orkut, tenho Facebook (tantas emoções, minha gente). Tenho conta no Twitter que esqueço de usar porque odeio aquela estória de 140 caracteres. E tenho LinkedIn que pra ser sincera, até hoje não me serviu pra arrumar emprego algum!!!

Mas voltando ao aborrescente do título (o daqui de casa), outro assunto inesgotável são os games, o pesadelo de muitas as mães! No caso do meu filho, a última novidade é que o rapaz viciou no Xbox 360. E claro que já tivemos muita briga aqui em casa por causa disso porque se deixar são horas de game e nada mais acontece...Mas eu consegui estabelecer algumas "regras de ouro": dever de casa primeiro, se não fizer não tem game! E mais (porque eu posso ser bacana mas não sou burra): se o boletim começar a vir com notas vermelhas, o Xbox 360 irá sumir....Aqui em casa educação é prioridade, ainda mais em tempos de crise do euro! Um dos valores que herdei da minha criação.

Quando não está fazendo dever de casa ou jogando no XBox (!!!), Liam geralmente assiste Disney Chanel (as séries para adolescentes), embora tenha assistado mais Comedy Central. Há tempos que ele curte South Park...mas haja palavrão, hein? Eu até admito que curto o programa mas mesmo assim. Ele também curte Family Guy e American Dad. Assistimos sempre juntos porque eu também mereço dar umas risadas de vez em quando, né? E aproveito quando tem um tema mais pesado no South Park pra discutir o assunto com o menino (fica a dica para as mamães de plantão). Porque vamos combinar, South Park não é coisa de criança. Pra sorte dele, eu estou aberta para toda e qualquer discussão, o que já não foi o caso da minha mãe para a qual existiam muitos tabus...desde que ele pergunte e puxe assunto, eu converso sobre sexo, homossexuais, drogas, álcool...enfim, é só perguntar. Melhor do que aprender na rua, né?

Last but not least, já comentei aqui antes que estou criando um cinéfilo mirim e em breve irei postar sobre isso. Meu filho pode não gostar de ler (munha grande tristeza mas não adianta forçar que é pior, né?) mas está se tornando um grande apreciador da sétima arte. Então eu finalmente posso dizer: "Filho de peixe, peixinho é."

To be continued...

5 comentários:

Maria Valéria disse...

Sem contar os desenhos que ele fez,dignos de um artista...e falo com conhecimento de causa porque eu vi...hehehe!!! Bjs

Pri S. disse...

Até a adolescência possui fases... Esperemos que o Liam continue um não aborrecente... rsrsrsrs Mas de qualquer forma, acho que não dá pra tratar adolescente como "categoria", como as pessoas costumam fazer, sabe? Existem muitos grupos distintos e mesmo dentro dos grupos eles são diferentes. Olha o seu menino que fofo, né? Adolescente é desafio mas não é sinônimo de encrenca! hahahaha Nem sempre, pelo menos... :-p

Beth Blue disse...

Pri, acabei de ler um livro sobre adolescentes ótimo, que diz exatamente isso. Nada de pânico nesta hora, hehehe. Depende muito de como os pais lidam com as crises em casa, como se comunicam com o adolescente.

Adolescente gosta de ter seu espaço e de ser respeitado. E claro, é a fase das experimentações - o que não precisa ser um drama! Adolescente saudável e seguro do amor dos pais experimenta, erra e aprende com os erros.

O livro é excelente, fala de vários temas sem tabus (incl sexualidade, drogas, etc). Mas é em holandês então não posso te recomendar a leitura!

Luana disse...

Beth, eu nao tenho filhos, mas tenho uma irma bem mais nova do que eu, que tem 15 anos... Uma das coisas que mais me doem eh ver que ela nao gosta de ler... pelo menos filmes ela gosta, mas nem tente algo muito elaborado, ela quer tudo mastigadinho... A coisa ta num nivel que ela repetiu de ano e vai cursar o primeiro colegial de novo... Maior drama na minha casa...
Minha mae fala que eh fase.. que ela ainda vai se encontrar.. espero que sim! por duvida ja tiramos o video game do alcance.. haha

Ligia Costa disse...

Beth, tenho dois filhos casados de quase 30 anos e te afirmo q tenho saudades da fase da adolescencia deles, as vezes e complicada, temos q estar sempre nos reinventando para atender as demandas as q surgem, mas e uma fase alegre, movimentada, gostosa tb