quinta-feira, abril 17, 2014

Espero que passe logo



Pela primeira vez em anos de blog, perdi totalmente a vontade de escrever e de compartilhar. Tenho passado por um período delicado e precisado cuidar melhor de mim mesma. Tenho tentado buscar a vida lá fora, afinal é primavera, a minha estacao favorita! E  tenho tirado (ou tentado tirar) férias virtuais, na medida do possível. É que eu sempre serei aquela pessoa nadando contra a corrente, aquela pessoa que fala coisas que incomodam, questiona tabus quando os outros preferem calar. Mas tem dia que cansa, viu? E eu tenho pensado duas vezes antes de entrar em determinadas discussões ou situações porque preciso poupar a minha energia para coisas e pessoas mais importantes!

Sem falar que estou há quase duas semanas com uma dor horrível no braço esquerdo e só comecei tratamento com anti-inflamatório esta semana (eu e a médica pensamos que a dor ia passar mas não passou). Numa escala de 1a 10, a dor é 8 (principalmente de noite quando me deito na cama, tenho dormido muito mal). Pior que esta dor, só mesmo a dor da hérnia de disco, que operei há 6 anos (aquela era mesmo 10, até morfina tomei). E convenhamos, quando a gente sente dor, é muito difícil manter o bom humor. Ando muito cansada, fisicamente mesmo (o cansaço mental é velho conhecido). E pra complicar, o tal medicamento (Diclofenac) não interage bem com o litio (é perigoso mesmo) que iniciei em março, então tive de parar o lítio pra poder tomar o anti-inflamatório mas prioridade é prioridade!

Mas deixa eu mudar de assunto porque não quero falar só de doenças e medicamentos e a minha vida felizmente ainda é muito mais do que isso. Tenho lido muito: estou terminando de ler The Universe Versus Alex Woods, certamente um dos melhores livros deste ano e que espero ainda comentar por aqui. Tenho assistido bons filmes tanto em casa quanto no cinema. No telão assisti Nebraska, American Hustle, Her e Suzanne, um pequeno filme francês daqueles pouco conhecidos mas que eu curto (adoro um bom drama francês e fiquem avisados: os franceses fazem drama como ninguém). Mais do que filmes, tenho assistido séries de tv...decidi rever todas as temporadas de Frasier, minha série favorita de todos os tempos (leia mais aqui). E tenho tomado doses diárias de Comedy Central, além dos favoritos Family Guy e American Dad, descobri uma série nova chamada Bob's Burger (tem episodios inteiros no YouTube). Enfim, a gente vai como pode.

De uma coisa eu tenho certeza: saúde física e mental é o mais importante que existe nesta vida. E quando uma ou ambas andam abaladas, a gente precisa (re)definir as prioridades e se cuidar bem porque ninguém vai cuidar da gente! Então desculpem aí o sumiço...espero que seja apenas (mais) uma fase! Quando a inspiração e a disposição voltarem, eu volto a escrever por aqui.

6 comentários:

Ana Carmo disse...

Olá, descobri o seu blog nem sei bem como, talvez por andar de blog em blog :D , mas o que interessa é que gostei bastante.
As melhoras!!!
beijinhos
Ana

Liana disse...

Oi Beth! Se cuida menina! :)
A primavera tambem é minha estação favorita, e acho que só o sol saindo mais lá fora dá pra dar uma animadinha e melhorar o humor. Embora não tenha tido tempo nenhum pra assistir filmes e ler livros que sinto muuuuuita falta, tambem acho que saúde mental é tudo nessa vida. Saúde física tambem, mas hum.. tambem nao tenho tempo! Aproveite a crise pra resgatar o que ela pode lhe trazer de melhor - uma mudança, tempo livre, poder fazer o que gosta, pensar, refletir, sei lá. Tem fé que vai ficar tudo bem.
Melhoras aí no braço.
Bjos

Eliana disse...

Oi Beth, melhoras! Espero que não seja nada de mais esta dor aí no seu braço e que melhore logo. Realmente, dor é algo que acaba com a gente! Aproveita mesmo pra curtir as suas leituras, as suas séries e dar muita risada, pq é bom! Vida virtual é legal, é, mas mais importante é a vida real no seu dia a dia...e poupar energia com coisas que não te levam a lugar algum é sábio! rs Bjs e tudo de bom por aí!!!!

Pri S. disse...

Beth,

Se cuida direitinho. O importante é fazer as coisas que te deixam feliz. Entendo bem essa coisa de fases com o blog. Tanto que o meu perdeu completamente a "pegada" pessoal nos últimos tempos, eliminei tudo que poderia me trazer problemas e a vida virtual segue por outro rumo. Fases. E pronto...rs Fique bem! Estou torcendo pra que tudo fique bem... Bjo!

M. M. disse...

Olá, Beth!

Eu te entendo perfeitamente. Também tenho tido momentos assim, mas, no meu caso, quanto mais leio e assisto tv, mais tenho vontade de escrever para comentar sobre tudo e sobre a minha vida... e acaba que meu blog faz parte dessa minha auto terapia, pois me sinto melhor, mais confiante e leve depois de "colocar pra fora" no meu cantinho.

Espero que sua dor no braço passe logo e que sua saúde se restabeleça plenamente, viu?

Um grande beijo!

M.

caseicomomundo.blogspot.com.br

Aline Aimée disse...

Teu último parágrafo está muito certo, e quando não vou bem da cabeça também procuro me cercar de arte.
Tirei longas férias do Facebook,estava precisando. E praticamente não abro o computador em casa,já que sou obrigada a mexer nele no trabalho. Tenho lido bastante, o que tem me deixado muito leve e apaziguada. Melhoras pra ti.
Beijinhos!

Tecnologia do Blogger.

Espero que passe logo



Pela primeira vez em anos de blog, perdi totalmente a vontade de escrever e de compartilhar. Tenho passado por um período delicado e precisado cuidar melhor de mim mesma. Tenho tentado buscar a vida lá fora, afinal é primavera, a minha estacao favorita! E  tenho tirado (ou tentado tirar) férias virtuais, na medida do possível. É que eu sempre serei aquela pessoa nadando contra a corrente, aquela pessoa que fala coisas que incomodam, questiona tabus quando os outros preferem calar. Mas tem dia que cansa, viu? E eu tenho pensado duas vezes antes de entrar em determinadas discussões ou situações porque preciso poupar a minha energia para coisas e pessoas mais importantes!

Sem falar que estou há quase duas semanas com uma dor horrível no braço esquerdo e só comecei tratamento com anti-inflamatório esta semana (eu e a médica pensamos que a dor ia passar mas não passou). Numa escala de 1a 10, a dor é 8 (principalmente de noite quando me deito na cama, tenho dormido muito mal). Pior que esta dor, só mesmo a dor da hérnia de disco, que operei há 6 anos (aquela era mesmo 10, até morfina tomei). E convenhamos, quando a gente sente dor, é muito difícil manter o bom humor. Ando muito cansada, fisicamente mesmo (o cansaço mental é velho conhecido). E pra complicar, o tal medicamento (Diclofenac) não interage bem com o litio (é perigoso mesmo) que iniciei em março, então tive de parar o lítio pra poder tomar o anti-inflamatório mas prioridade é prioridade!

Mas deixa eu mudar de assunto porque não quero falar só de doenças e medicamentos e a minha vida felizmente ainda é muito mais do que isso. Tenho lido muito: estou terminando de ler The Universe Versus Alex Woods, certamente um dos melhores livros deste ano e que espero ainda comentar por aqui. Tenho assistido bons filmes tanto em casa quanto no cinema. No telão assisti Nebraska, American Hustle, Her e Suzanne, um pequeno filme francês daqueles pouco conhecidos mas que eu curto (adoro um bom drama francês e fiquem avisados: os franceses fazem drama como ninguém). Mais do que filmes, tenho assistido séries de tv...decidi rever todas as temporadas de Frasier, minha série favorita de todos os tempos (leia mais aqui). E tenho tomado doses diárias de Comedy Central, além dos favoritos Family Guy e American Dad, descobri uma série nova chamada Bob's Burger (tem episodios inteiros no YouTube). Enfim, a gente vai como pode.

De uma coisa eu tenho certeza: saúde física e mental é o mais importante que existe nesta vida. E quando uma ou ambas andam abaladas, a gente precisa (re)definir as prioridades e se cuidar bem porque ninguém vai cuidar da gente! Então desculpem aí o sumiço...espero que seja apenas (mais) uma fase! Quando a inspiração e a disposição voltarem, eu volto a escrever por aqui.

6 comentários:

Ana Carmo disse...

Olá, descobri o seu blog nem sei bem como, talvez por andar de blog em blog :D , mas o que interessa é que gostei bastante.
As melhoras!!!
beijinhos
Ana

Liana disse...

Oi Beth! Se cuida menina! :)
A primavera tambem é minha estação favorita, e acho que só o sol saindo mais lá fora dá pra dar uma animadinha e melhorar o humor. Embora não tenha tido tempo nenhum pra assistir filmes e ler livros que sinto muuuuuita falta, tambem acho que saúde mental é tudo nessa vida. Saúde física tambem, mas hum.. tambem nao tenho tempo! Aproveite a crise pra resgatar o que ela pode lhe trazer de melhor - uma mudança, tempo livre, poder fazer o que gosta, pensar, refletir, sei lá. Tem fé que vai ficar tudo bem.
Melhoras aí no braço.
Bjos

Eliana disse...

Oi Beth, melhoras! Espero que não seja nada de mais esta dor aí no seu braço e que melhore logo. Realmente, dor é algo que acaba com a gente! Aproveita mesmo pra curtir as suas leituras, as suas séries e dar muita risada, pq é bom! Vida virtual é legal, é, mas mais importante é a vida real no seu dia a dia...e poupar energia com coisas que não te levam a lugar algum é sábio! rs Bjs e tudo de bom por aí!!!!

Pri S. disse...

Beth,

Se cuida direitinho. O importante é fazer as coisas que te deixam feliz. Entendo bem essa coisa de fases com o blog. Tanto que o meu perdeu completamente a "pegada" pessoal nos últimos tempos, eliminei tudo que poderia me trazer problemas e a vida virtual segue por outro rumo. Fases. E pronto...rs Fique bem! Estou torcendo pra que tudo fique bem... Bjo!

M. M. disse...

Olá, Beth!

Eu te entendo perfeitamente. Também tenho tido momentos assim, mas, no meu caso, quanto mais leio e assisto tv, mais tenho vontade de escrever para comentar sobre tudo e sobre a minha vida... e acaba que meu blog faz parte dessa minha auto terapia, pois me sinto melhor, mais confiante e leve depois de "colocar pra fora" no meu cantinho.

Espero que sua dor no braço passe logo e que sua saúde se restabeleça plenamente, viu?

Um grande beijo!

M.

caseicomomundo.blogspot.com.br

Aline Aimée disse...

Teu último parágrafo está muito certo, e quando não vou bem da cabeça também procuro me cercar de arte.
Tirei longas férias do Facebook,estava precisando. E praticamente não abro o computador em casa,já que sou obrigada a mexer nele no trabalho. Tenho lido bastante, o que tem me deixado muito leve e apaziguada. Melhoras pra ti.
Beijinhos!