quinta-feira, dezembro 27, 2007

My Blueberry Nights, de novo

Assisti ao filme que havia comentado recentemente por aqui. E já vou avisando que, apesar de ser bom, ele não se compara aos filmes anteriores do mesmo diretor (principalmente se comparado às obras-de-arte que são os filmes In the Mood for Love e 2046, pequenas grandes pérolas do cinema mundial).

My Blueberry Nights é um road-movie filmado nos EUA e o primeiro filme de língua inglesa do diretor de Hong Kong. Apesar das imagens agradáveis e da ótima trilha sonora, o filme não chega a ter a classe, a sutileza e a sensualidade que tanto marcam o estilo do autor. Talvez pelo fato de ter sido filmado nos EUA e do diretor ter tido de fazer algumas concessões artísticas para o público americano em particular (e para o público mainstream em geral).

Seja como for, o mestre dos amores não-consumados, do não-dito e da sucessão de imagens sutis que dizem mais do que muitas palavras se perde um pouco na tela e o resultado é um estilo diluído daquele considerado um dos melhores diretores asiáticos da atualidade. É que, diferente do que tão bem caracteriza seus filmes anteriores, entre o dito e o não-dito sobra pouco espaço para a imaginação do expectador. Está tudo ali na tela (com direito a voice-over e tudo o mais), o que faz com que boa parte do charme do diretor se perca. Ou isso ou eu é que estou ficando ranzinza de novo!

Enfim, o filme é bom - principalmente pra quem (ainda) não assistiu outros filmes do diretor. Sem dúvida acima da média se comparado a um filme do circuito comercial, mas um filme mediano para o circuito de arte. E os românticos de plantão ainda ganham um happy-end no bom e velho estilo de Holywood!

2 comentários:

Eu penso que... disse...

Oi Beth!
Espero que tenha tido um ótimo Natal.
Um 2+0+0+8=10 para você.
Bjs

disse...

Beth!
Estou doida para ver este filme.
A intenção de vir aqui não era essa, mas sim para deseja 2008 felicidades neste ano pra vc!
Saudade!

Bjos

Tecnologia do Blogger.

My Blueberry Nights, de novo

Assisti ao filme que havia comentado recentemente por aqui. E já vou avisando que, apesar de ser bom, ele não se compara aos filmes anteriores do mesmo diretor (principalmente se comparado às obras-de-arte que são os filmes In the Mood for Love e 2046, pequenas grandes pérolas do cinema mundial).

My Blueberry Nights é um road-movie filmado nos EUA e o primeiro filme de língua inglesa do diretor de Hong Kong. Apesar das imagens agradáveis e da ótima trilha sonora, o filme não chega a ter a classe, a sutileza e a sensualidade que tanto marcam o estilo do autor. Talvez pelo fato de ter sido filmado nos EUA e do diretor ter tido de fazer algumas concessões artísticas para o público americano em particular (e para o público mainstream em geral).

Seja como for, o mestre dos amores não-consumados, do não-dito e da sucessão de imagens sutis que dizem mais do que muitas palavras se perde um pouco na tela e o resultado é um estilo diluído daquele considerado um dos melhores diretores asiáticos da atualidade. É que, diferente do que tão bem caracteriza seus filmes anteriores, entre o dito e o não-dito sobra pouco espaço para a imaginação do expectador. Está tudo ali na tela (com direito a voice-over e tudo o mais), o que faz com que boa parte do charme do diretor se perca. Ou isso ou eu é que estou ficando ranzinza de novo!

Enfim, o filme é bom - principalmente pra quem (ainda) não assistiu outros filmes do diretor. Sem dúvida acima da média se comparado a um filme do circuito comercial, mas um filme mediano para o circuito de arte. E os românticos de plantão ainda ganham um happy-end no bom e velho estilo de Holywood!

2 comentários:

Eu penso que... disse...

Oi Beth!
Espero que tenha tido um ótimo Natal.
Um 2+0+0+8=10 para você.
Bjs

disse...

Beth!
Estou doida para ver este filme.
A intenção de vir aqui não era essa, mas sim para deseja 2008 felicidades neste ano pra vc!
Saudade!

Bjos