segunda-feira, maio 05, 2008

Feriadão












Aqui foi feriado semana passada então fui terça à noite pra Haia e só voltei domingo à noite pra dar comida pra gata e pro coelho. Porque fica feio matar os bichos de fome, né...Foram cinco noites com o F. e muitos filmes (e praia, que vou deixar pro outro post). Isso sem falar na cerveja, ai ai ai. Deu até pra colocar um pouco o cinema em dia (doce ilusão). Consegui finalmente assistir The Other Boleyn Girl (foto à esquerda), com atuação excelente da Natalie Portman e atuação menos brilhante de Scarlett (pela própria personagem cujo temperamento não dava muita margem para interpretação, o contrário da personagem de Natalie). E Naissance de Pieuvres (foto à direita), filme dèbut da diretora francesa Céline Sciamma (premiado com o César, o Oscar francês). As protagonistas são três adolescentes lidando com as emoções típicas da idade. Mas o filme é de uma sutileza e sensibilidade raramente vistos nas telas nos dias de hoje. Só poderia mesmo ter sido dirigido por uma mulher. Prêmio mais do que merecido, assistam!

Sexta foi sessão dupla no cinema. Primeiro eu escolhi o filme e assistimos Penelope, que é uma gracinha no sentido literal da palavra. Imagens de conto de fadas que em alguns momentos fazem inevitavelmente lembrar de Edward Scissorhands (Tim Burton). F. achou Penelope um filme muito mulherzinha então resolveu dar o troco na hora e acabamos assistindo Iron Man. Não é o tipo de filme que eu colocaria na minha lista mas admito que o roteiro é muito bom mesmo. De resto, 100% testosterona (se é que alguém entende o que eu quero dizer).

Assistimos ainda Wristcutters, a Love Story (ótima dica da Anna). Roteiro muito original, em que os protagonistas são suicidas que vão parar num lugar pra lá de esquisito (onde ninguém ri por razões óbvias e todo mundo anda meio perdido pelas ruas, desorientação total). Hilário, ótimas tiradas e como se não bastasse, tem ainda a participação de Tom Waits (na trilha sonora e na tela). Uma estória repleta de humor da melhor qualidade. O outro filme foi um daqueles que eu nunca havia me dado o trabalho de assistir e portanto F. achou que já estava mais do que na hora: Seven, de David Fincher (também diretor de Fight Club que aliás também não assisti pela mesma razão). E como o filme é pra lá de conhecido, nem vou me dar ao trabalho de comentar por aqui!

Vixe, cansei...

2 comentários:

Isabella disse...

Menina, Fight Club é EXCELENTE! O Edward Norton é perfeito pro papel, assim como o Brad Pitt!

F tem toda razão, assista!

Que praias mais charmosas! Nunca fui a Haia...

bjs

Annix disse...

eu corri pra assistir la naissance des pieuvres quando estreou, mas achei decepcionante, pra falar a verdade. não sei, faltou algo.

Tecnologia do Blogger.

Feriadão












Aqui foi feriado semana passada então fui terça à noite pra Haia e só voltei domingo à noite pra dar comida pra gata e pro coelho. Porque fica feio matar os bichos de fome, né...Foram cinco noites com o F. e muitos filmes (e praia, que vou deixar pro outro post). Isso sem falar na cerveja, ai ai ai. Deu até pra colocar um pouco o cinema em dia (doce ilusão). Consegui finalmente assistir The Other Boleyn Girl (foto à esquerda), com atuação excelente da Natalie Portman e atuação menos brilhante de Scarlett (pela própria personagem cujo temperamento não dava muita margem para interpretação, o contrário da personagem de Natalie). E Naissance de Pieuvres (foto à direita), filme dèbut da diretora francesa Céline Sciamma (premiado com o César, o Oscar francês). As protagonistas são três adolescentes lidando com as emoções típicas da idade. Mas o filme é de uma sutileza e sensibilidade raramente vistos nas telas nos dias de hoje. Só poderia mesmo ter sido dirigido por uma mulher. Prêmio mais do que merecido, assistam!

Sexta foi sessão dupla no cinema. Primeiro eu escolhi o filme e assistimos Penelope, que é uma gracinha no sentido literal da palavra. Imagens de conto de fadas que em alguns momentos fazem inevitavelmente lembrar de Edward Scissorhands (Tim Burton). F. achou Penelope um filme muito mulherzinha então resolveu dar o troco na hora e acabamos assistindo Iron Man. Não é o tipo de filme que eu colocaria na minha lista mas admito que o roteiro é muito bom mesmo. De resto, 100% testosterona (se é que alguém entende o que eu quero dizer).

Assistimos ainda Wristcutters, a Love Story (ótima dica da Anna). Roteiro muito original, em que os protagonistas são suicidas que vão parar num lugar pra lá de esquisito (onde ninguém ri por razões óbvias e todo mundo anda meio perdido pelas ruas, desorientação total). Hilário, ótimas tiradas e como se não bastasse, tem ainda a participação de Tom Waits (na trilha sonora e na tela). Uma estória repleta de humor da melhor qualidade. O outro filme foi um daqueles que eu nunca havia me dado o trabalho de assistir e portanto F. achou que já estava mais do que na hora: Seven, de David Fincher (também diretor de Fight Club que aliás também não assisti pela mesma razão). E como o filme é pra lá de conhecido, nem vou me dar ao trabalho de comentar por aqui!

Vixe, cansei...

2 comentários:

Isabella disse...

Menina, Fight Club é EXCELENTE! O Edward Norton é perfeito pro papel, assim como o Brad Pitt!

F tem toda razão, assista!

Que praias mais charmosas! Nunca fui a Haia...

bjs

Annix disse...

eu corri pra assistir la naissance des pieuvres quando estreou, mas achei decepcionante, pra falar a verdade. não sei, faltou algo.