segunda-feira, julho 28, 2008

Weekend break: Maastricht


Finalmente conheci Maastricht, a cidade mais antiga da Holanda (com direito a ruínas dos tempos dos romanos). Fomos passar o fim-de-semana nesta cidade holandesa que antigamente fazia parte da Bélgica (região Limburg). Arquitetura peculiar e nada holandesa, andar pelas ruas de casas brancas e paralelepípedos faz lembrar a Bretagne (região do norte da França) e a Bélgica, então você até esquece que ainda está na Holanda! Uma cidade muito charmosa, não sei porque cargas dágua nunca tinha visitado antes, além do fato óbvio de que quando a gente mora no lugar (leia-se Europa), deixa de ser prioridade. Isso talvez explique o fato de eu ainda não conhecer Bruxelas, Brugges e Antuérpia, que ficam praticamente aqui do lado. É que morando aqui não tem mais aquela correria de querer conhecer 8 países em 30 dias. Aquela sensação de que não podemos deixar de ir ali e acolá porque Deus sabe quando teremos outra chance! Eu sei que as chances virão mas no momento tenho tentado resolver outras questões mais importantes na minha vida. Eu A-M-O viajar (leia-se: sagitariana dupla) mas confesso que nos últimos anos a sobrevivência tem sido a minha prioridade - certamente depois do divórcio.

Mas voltando à viagem, achei uma oferta especial na internet (www.booking.com) e reservamos duas noites no Eden Designhotel, bem no centro da cidade. Como a cidade é pequena e o centro histórico bastante compacto, deu pra conhecer os principais pontos turísticos sem correria e ainda curtir umas cervejas num dos vários terraços às margens do rio Maas (Mosa em português, creio eu). Imperdível é mesmo a livraria instalada dentro de uma basílica gótica...Belíssima, ainda mais pra quem é rata de livraria como eu! E o que não falta nesta charmosa cidade são trendy cafés (como o badalado Blanche Dael Coffee Lovers), winebars e restaurantes pra todo tipo de budget. E o Bonnefanten Museum tem uma coleção razoável e um museum shop melhor do que o do Museu Van Gogh aqui em Amsterdam - juro por Deus! E pra quem quiser tomar um café (com ou sem torta) dentro do museu tem ainda o café Ipanema (isso mesmo!).

1 comentários:

Alice Barreto disse...

Oi, Beth! Eu acho que a cidade mais antiga da Holanda é Nijmegen...
Um abraço.

Tecnologia do Blogger.

Weekend break: Maastricht


Finalmente conheci Maastricht, a cidade mais antiga da Holanda (com direito a ruínas dos tempos dos romanos). Fomos passar o fim-de-semana nesta cidade holandesa que antigamente fazia parte da Bélgica (região Limburg). Arquitetura peculiar e nada holandesa, andar pelas ruas de casas brancas e paralelepípedos faz lembrar a Bretagne (região do norte da França) e a Bélgica, então você até esquece que ainda está na Holanda! Uma cidade muito charmosa, não sei porque cargas dágua nunca tinha visitado antes, além do fato óbvio de que quando a gente mora no lugar (leia-se Europa), deixa de ser prioridade. Isso talvez explique o fato de eu ainda não conhecer Bruxelas, Brugges e Antuérpia, que ficam praticamente aqui do lado. É que morando aqui não tem mais aquela correria de querer conhecer 8 países em 30 dias. Aquela sensação de que não podemos deixar de ir ali e acolá porque Deus sabe quando teremos outra chance! Eu sei que as chances virão mas no momento tenho tentado resolver outras questões mais importantes na minha vida. Eu A-M-O viajar (leia-se: sagitariana dupla) mas confesso que nos últimos anos a sobrevivência tem sido a minha prioridade - certamente depois do divórcio.

Mas voltando à viagem, achei uma oferta especial na internet (www.booking.com) e reservamos duas noites no Eden Designhotel, bem no centro da cidade. Como a cidade é pequena e o centro histórico bastante compacto, deu pra conhecer os principais pontos turísticos sem correria e ainda curtir umas cervejas num dos vários terraços às margens do rio Maas (Mosa em português, creio eu). Imperdível é mesmo a livraria instalada dentro de uma basílica gótica...Belíssima, ainda mais pra quem é rata de livraria como eu! E o que não falta nesta charmosa cidade são trendy cafés (como o badalado Blanche Dael Coffee Lovers), winebars e restaurantes pra todo tipo de budget. E o Bonnefanten Museum tem uma coleção razoável e um museum shop melhor do que o do Museu Van Gogh aqui em Amsterdam - juro por Deus! E pra quem quiser tomar um café (com ou sem torta) dentro do museu tem ainda o café Ipanema (isso mesmo!).

1 comentários:

Alice Barreto disse...

Oi, Beth! Eu acho que a cidade mais antiga da Holanda é Nijmegen...
Um abraço.