segunda-feira, março 16, 2009

2x Índia, parte 2


Depois do post sobre Slumdog Millionaire, impossível não comentar sobre The White Tiger, livro que acabei de ler este fim-de-semana. Assim como no filme, a Índia (e mais especificamente Mumbai) é o tema central. O livro recebeu merecidamente o Man Booker Prize 2008 e é uma leitura absorvente e indispensável pra entender (melhor) a Índia moderna. Um relato inteligente e, acima de tudo, recheado de cinismo da melhor qualidade. Um personagem assustador e fascinante. Uma estória chocante mas convincente. O protagonista é um jovem indiano pobre (como Jamal de Slumdog Millionaire) que consegue vencer na vida e se tornar rico. Assim como Jamal, ele consegue escapar de seu destino. Como isso acontece, você vai descobrindo à medida em que lê o livro. Leiam e confiram!

O interessante de assistir Slumdog e ler The White Tiger ao mesmo tempo é que você cria uma imagem bastante consistente da Índia atual. Temas como desigualdade social, pobreza e corrupção permeiam igualmente o filme e o livro. Como não podia deixar de ser, obviamente. Só vou dizer que se tivesse de escolher entre o filme ou o livro, eu escolheria o livro. Mas sou suspeita pra falar, claro. De qualquer forma, juntos eles contribuem para entendermos as complexidades da Índia moderna. Complexidades também recorrentes na realidade brasileira, que fazem com que filme e livro sejam bastante reconhecíveis (pra não dizer incômodos) para nós brasileiros. Leitura indispensável para cabeças pensantes.

1 comentários:

Isabella disse...

Ái, Beth, como eu gostaria de ler mais! Adorei essa sua resenha e tb tenho uma fascinação pela Índia (trabalho com muitos indianos).

Estou lendo (a trancos e barrancos) O presidente negro do Monteiro Lobato. A linguagem é fascinante!

bjs

Tecnologia do Blogger.

2x Índia, parte 2


Depois do post sobre Slumdog Millionaire, impossível não comentar sobre The White Tiger, livro que acabei de ler este fim-de-semana. Assim como no filme, a Índia (e mais especificamente Mumbai) é o tema central. O livro recebeu merecidamente o Man Booker Prize 2008 e é uma leitura absorvente e indispensável pra entender (melhor) a Índia moderna. Um relato inteligente e, acima de tudo, recheado de cinismo da melhor qualidade. Um personagem assustador e fascinante. Uma estória chocante mas convincente. O protagonista é um jovem indiano pobre (como Jamal de Slumdog Millionaire) que consegue vencer na vida e se tornar rico. Assim como Jamal, ele consegue escapar de seu destino. Como isso acontece, você vai descobrindo à medida em que lê o livro. Leiam e confiram!

O interessante de assistir Slumdog e ler The White Tiger ao mesmo tempo é que você cria uma imagem bastante consistente da Índia atual. Temas como desigualdade social, pobreza e corrupção permeiam igualmente o filme e o livro. Como não podia deixar de ser, obviamente. Só vou dizer que se tivesse de escolher entre o filme ou o livro, eu escolheria o livro. Mas sou suspeita pra falar, claro. De qualquer forma, juntos eles contribuem para entendermos as complexidades da Índia moderna. Complexidades também recorrentes na realidade brasileira, que fazem com que filme e livro sejam bastante reconhecíveis (pra não dizer incômodos) para nós brasileiros. Leitura indispensável para cabeças pensantes.

1 comentários:

Isabella disse...

Ái, Beth, como eu gostaria de ler mais! Adorei essa sua resenha e tb tenho uma fascinação pela Índia (trabalho com muitos indianos).

Estou lendo (a trancos e barrancos) O presidente negro do Monteiro Lobato. A linguagem é fascinante!

bjs