quinta-feira, maio 21, 2009

Numa nota mais leve


Depois do post anterior, achei conveniente postar uma amenidade. Então decidi compartilhar algumas dicas de scrapbooking, que é um hobbie que tem sido uma grande terapia para mim nos últimos tempos. Na verdade, acho que todo hobby que se preze é uma espécie de terapia: arteterapia.

Mas vamos às dicas! Para os veteranos em scrapland (como Lilly, Isabella e Tábia), o que eu vou dizer não chega a ser novidade. Mas não deixa de ser uma boa dica, ainda mais pra quem ainda está experimentando com scrapbooking como eu. A palavra mágica é reciclar. A dica nr. 1 é aproveitar ao máximo seu material de scrapbooking, como os famosos e inevitáveis restos de papel, fitas, flores e outros enfeites pra fazer cartões e otras cositas (foto acima)! A dica nr. 2 é aproveitar cartolina de embalagens e pacotes postais e usar para fazer mini-albums, em vez de comprar chipboard. Em suma: quanto mais criatividade, menos gastos!

Eu mesma comprei um papel tão lindo, mas tão lindo - My Mind´s Eye, uma de minhas linhas favoritas atualmente - que comecei a fazer um mini-album (minha paixão) e acabei usando os restos do papel pra fazer cartões...e acabei fazendo até um marcador de livros! O resultado vocês podem conferir nas fotos.

4 comentários:

NiNah disse...

Faz muito tempo que queria te perguntar sobre isso e olha que você leu minha mente. hehehe
Obrigada pelas dicas.
Bjos

Scrap memories disse...

oi beth!!! muito obrigada por colocar o meu nome no seu blog!!! muito obrigada mesmo! entao eu sou artista plastica e trabalho como designer, o scrap pra mim e suas tecnicas virou trabalho, faco mais cartoes, caixas, e convites. mas eh incrivel a dica que vc deu para as pessoas, eu faco exatamente como vc! guardo tudo que eh resto e tenho um mini deposito que guardo todas as caixas de sereais sabao em po e etc... que substituem muito bem se vc vai fazer um trabalho que exige textura de chip bord. e sem contar que ajudamos um pouco mais na questao reciclagem!! fiz um trabalho do dia dos namorados que esta chegando aqui e um deles eu fiz com caixa de sereal que postarei logo, logo!continue fazendo scrap e se eu te dei alguma inspiracao pode copiar fazendo do seu jeito e postar afinal nada se cria tudo se transforma!rsrsrrs bjssss!

Isabella disse...

Nossa, Beth, eu guardo praticamente TUDO! Até traduzi um post pro português que define bem isso.http://euquefizafesta.blogspot.com

Pena eu não ter conseguido fazer nada ultimamente... os dias andam tão lindos que só quero ficar do lado de fora...

bsj e amei os cartões e o marcador de livros, lindos!

Lilly disse...

Nem me fala, eu achava que era neurose mas me peguei colecionando cada pedacinho de papel. Vc chegou a ver os embellishments que eu fiz com restos de papel inspirados na Elsie?

Tecnologia do Blogger.

Numa nota mais leve


Depois do post anterior, achei conveniente postar uma amenidade. Então decidi compartilhar algumas dicas de scrapbooking, que é um hobbie que tem sido uma grande terapia para mim nos últimos tempos. Na verdade, acho que todo hobby que se preze é uma espécie de terapia: arteterapia.

Mas vamos às dicas! Para os veteranos em scrapland (como Lilly, Isabella e Tábia), o que eu vou dizer não chega a ser novidade. Mas não deixa de ser uma boa dica, ainda mais pra quem ainda está experimentando com scrapbooking como eu. A palavra mágica é reciclar. A dica nr. 1 é aproveitar ao máximo seu material de scrapbooking, como os famosos e inevitáveis restos de papel, fitas, flores e outros enfeites pra fazer cartões e otras cositas (foto acima)! A dica nr. 2 é aproveitar cartolina de embalagens e pacotes postais e usar para fazer mini-albums, em vez de comprar chipboard. Em suma: quanto mais criatividade, menos gastos!

Eu mesma comprei um papel tão lindo, mas tão lindo - My Mind´s Eye, uma de minhas linhas favoritas atualmente - que comecei a fazer um mini-album (minha paixão) e acabei usando os restos do papel pra fazer cartões...e acabei fazendo até um marcador de livros! O resultado vocês podem conferir nas fotos.

4 comentários:

NiNah disse...

Faz muito tempo que queria te perguntar sobre isso e olha que você leu minha mente. hehehe
Obrigada pelas dicas.
Bjos

Scrap memories disse...

oi beth!!! muito obrigada por colocar o meu nome no seu blog!!! muito obrigada mesmo! entao eu sou artista plastica e trabalho como designer, o scrap pra mim e suas tecnicas virou trabalho, faco mais cartoes, caixas, e convites. mas eh incrivel a dica que vc deu para as pessoas, eu faco exatamente como vc! guardo tudo que eh resto e tenho um mini deposito que guardo todas as caixas de sereais sabao em po e etc... que substituem muito bem se vc vai fazer um trabalho que exige textura de chip bord. e sem contar que ajudamos um pouco mais na questao reciclagem!! fiz um trabalho do dia dos namorados que esta chegando aqui e um deles eu fiz com caixa de sereal que postarei logo, logo!continue fazendo scrap e se eu te dei alguma inspiracao pode copiar fazendo do seu jeito e postar afinal nada se cria tudo se transforma!rsrsrrs bjssss!

Isabella disse...

Nossa, Beth, eu guardo praticamente TUDO! Até traduzi um post pro português que define bem isso.http://euquefizafesta.blogspot.com

Pena eu não ter conseguido fazer nada ultimamente... os dias andam tão lindos que só quero ficar do lado de fora...

bsj e amei os cartões e o marcador de livros, lindos!

Lilly disse...

Nem me fala, eu achava que era neurose mas me peguei colecionando cada pedacinho de papel. Vc chegou a ver os embellishments que eu fiz com restos de papel inspirados na Elsie?