quarta-feira, fevereiro 17, 2010

150 amigos?


O Facebook continua fazendo um sucesso estrondoso e eu pra variar na contramão...tenho amigos que vivem pendurados no Facebook mas a última vez que algo semelhante aconteceu comigo foi nos tempos do orkut, há cerca de 4 anos atrás. As redes sociais sempre fizeram sucesso, só mudam de nome: se antes todo mundo tinha conta no Orkut, hoje em dia sem conta no Facebook você não é ninguém!

O que mais me admira nestas populares redes sociais é a facilidade com que amizades são feitas e desfeitas, como já comentei aqui antes. Para muitos dos usuários, amigo é igual figurinha: quanto mais, melhor. Novos amigos são adicionados e removidos com a velocidade de um raio, na maior cara-de-pau. Não gostou, deleta. E a fila anda...Quanto a mim, meu lema nos últimos tempos é Less is More. Podem até me chamar de seletiva (e sou mesmo) mas eu sempre preferi ter poucos e bons amigos do que a ilusão de ter um milhão de amigos que na verdade não passam de conhecidos.

E por falar em Facebook, recentemente foram publicados os resultados de uma pesquisa científica feita por um professor da Universidade de Oxford em que ele afirma que 150 amigos é o máximo que nosso cérebro é capaz de processar. E eu aproveito pra confessar que hoje em dia mal consigo processar os poucos amigos que tenho...hehehe (rir para não chorar). Devo estar mesmo fora de moda! Além de não ter tempo (nem disposição, se for pra ser sincera) pra passar horas pendurada nesses sites, não vejo graça em enviar e receber presentinhos, fazer testes mirabolantes, etc. Amizade pra mim é (bem) outra estória.

Enfim, hoje estou resmungona...mas já já passa!

9 comentários:

Maria Valéria disse...

concordo plenamente. até mando presentinho, buddy pokke, mas amizade é como vc falou, bem outra coisa.
e amigso verdadeiros, espero que eu esteja certa, mas que me lembre tenho 3 ou 4... risos
beijos

Márcia Albuquerque disse...

Realmente fico abismada com o tamanho sucesso que esses "sites de relacionamentos" se popularizam com tamanha rapidez, mas, o que mais me impressiona é o fato de pessoas passarem hooooooooooras a perder de vista! kkk

Isabella disse...

Oi Beth, nunca mandei um presente e se recebi, não passei pra frente. Não faço testes tb. Mas curto muito os contatos que tenho no Facebook pela facilidade da comunicação. Nunca deletei ninguém e tb não sei se já fui deletada... Faço parte d ealguns grupos interessantes, como o se pais que defendem o sistema de educação pública do condado onde moro.

bjs,

Luciana disse...

Eu sou super a favor de redes sociais, acho que podemos conhecer pessoas e fazer amizades. Mantenho contato com pessoas que já saíram da minha vida, mas tenho carinho enorme por muita gente que só conheço virtualmente. Concordo que amizade, mesmo, é outra coisa, mas também curto um presentinho virtual, uma brincadeira e um teste. É uma pausa na seriedade que é a vida, e pode ser muito legal ás vezes. Beijão (e não se esqueça que nos conhecemos no orkut, e apesar de não nos conhecermos pessoalmente, eu gosto muito de você.)

Anônimo disse...

bjs e bom começo de primavera! Aqui fez um sábado lindo e tem chovido desde então...

Isolabella

Bebete Indarte disse...

Adoro o FB...é bem diferente do orkut, se parece mas é diferente.
Há muito mais possibilidades, não somente amizade, é uma grande troca instantânea de informações e maneira de se expressar dos nossos tempos, jogos (eu não curto), causas, blog, etc etc etc.
Gostando ou não, não existe mais caminho de volta.

Maria Valéria disse...

Nossa, lembrei 1 coisa: Não tenho conta no facebook, tenho só orkut e ponto final. Minha cabeça não processa e não dá conta de mais de um ao mesmo tempo... kkk

bjs

Antonio Da Vida disse...

oi resmungona
he he he vc nao esqueceu aquele comentario do "quem nao tem facebook nao existe, né? ;-))
eu acho que o tal do pesquisador de Oxford esqueceu que existem pessoas que viveram em paises e cidades diferentes, ou que trabalham em organizacoes internacionais onde as pessoas vêm e vão o tempo inteiro, e por isso vao "colecionando" "amizades" mundo afora ao passar do tempo... eu tenho uns 400 amigos no FB e conheco todos eles nem que seja só de vista. Agora que é claro que uma amizade "real" é diferente de uma amizade "virtual" e tem que ser assim mesmo. "Amizade" acaba sendo o nome geral dado para o que na verdade são "acquaintances"... ach, mas e daí?? Mas a vida não é feita apenas de papos-cabeça e cheios de ensinamentos filosóficos e tiradas de efeito com amigos íntimos, também é gostoso de vez em quando jogar um papo fora sem nenhuma utilidade intelectual nem emocional, apenas pelo simples prazer da troca social.
Desencana muié! :-))

Beth Blue disse...

Antônio, pode me chamar de resmungona mesmo! E digo mais, prometo que no dia que eu desencanar, você será o primeiro a saber, rsrsrsrs.

Mas olha, ultimamente é falta de tempo mesmo...mal tenho tido tempo pro blog, imagina pro resto!!!

Tecnologia do Blogger.

150 amigos?


O Facebook continua fazendo um sucesso estrondoso e eu pra variar na contramão...tenho amigos que vivem pendurados no Facebook mas a última vez que algo semelhante aconteceu comigo foi nos tempos do orkut, há cerca de 4 anos atrás. As redes sociais sempre fizeram sucesso, só mudam de nome: se antes todo mundo tinha conta no Orkut, hoje em dia sem conta no Facebook você não é ninguém!

O que mais me admira nestas populares redes sociais é a facilidade com que amizades são feitas e desfeitas, como já comentei aqui antes. Para muitos dos usuários, amigo é igual figurinha: quanto mais, melhor. Novos amigos são adicionados e removidos com a velocidade de um raio, na maior cara-de-pau. Não gostou, deleta. E a fila anda...Quanto a mim, meu lema nos últimos tempos é Less is More. Podem até me chamar de seletiva (e sou mesmo) mas eu sempre preferi ter poucos e bons amigos do que a ilusão de ter um milhão de amigos que na verdade não passam de conhecidos.

E por falar em Facebook, recentemente foram publicados os resultados de uma pesquisa científica feita por um professor da Universidade de Oxford em que ele afirma que 150 amigos é o máximo que nosso cérebro é capaz de processar. E eu aproveito pra confessar que hoje em dia mal consigo processar os poucos amigos que tenho...hehehe (rir para não chorar). Devo estar mesmo fora de moda! Além de não ter tempo (nem disposição, se for pra ser sincera) pra passar horas pendurada nesses sites, não vejo graça em enviar e receber presentinhos, fazer testes mirabolantes, etc. Amizade pra mim é (bem) outra estória.

Enfim, hoje estou resmungona...mas já já passa!

9 comentários:

Maria Valéria disse...

concordo plenamente. até mando presentinho, buddy pokke, mas amizade é como vc falou, bem outra coisa.
e amigso verdadeiros, espero que eu esteja certa, mas que me lembre tenho 3 ou 4... risos
beijos

Márcia Albuquerque disse...

Realmente fico abismada com o tamanho sucesso que esses "sites de relacionamentos" se popularizam com tamanha rapidez, mas, o que mais me impressiona é o fato de pessoas passarem hooooooooooras a perder de vista! kkk

Isabella disse...

Oi Beth, nunca mandei um presente e se recebi, não passei pra frente. Não faço testes tb. Mas curto muito os contatos que tenho no Facebook pela facilidade da comunicação. Nunca deletei ninguém e tb não sei se já fui deletada... Faço parte d ealguns grupos interessantes, como o se pais que defendem o sistema de educação pública do condado onde moro.

bjs,

Luciana disse...

Eu sou super a favor de redes sociais, acho que podemos conhecer pessoas e fazer amizades. Mantenho contato com pessoas que já saíram da minha vida, mas tenho carinho enorme por muita gente que só conheço virtualmente. Concordo que amizade, mesmo, é outra coisa, mas também curto um presentinho virtual, uma brincadeira e um teste. É uma pausa na seriedade que é a vida, e pode ser muito legal ás vezes. Beijão (e não se esqueça que nos conhecemos no orkut, e apesar de não nos conhecermos pessoalmente, eu gosto muito de você.)

Anônimo disse...

bjs e bom começo de primavera! Aqui fez um sábado lindo e tem chovido desde então...

Isolabella

Bebete Indarte disse...

Adoro o FB...é bem diferente do orkut, se parece mas é diferente.
Há muito mais possibilidades, não somente amizade, é uma grande troca instantânea de informações e maneira de se expressar dos nossos tempos, jogos (eu não curto), causas, blog, etc etc etc.
Gostando ou não, não existe mais caminho de volta.

Maria Valéria disse...

Nossa, lembrei 1 coisa: Não tenho conta no facebook, tenho só orkut e ponto final. Minha cabeça não processa e não dá conta de mais de um ao mesmo tempo... kkk

bjs

Antonio Da Vida disse...

oi resmungona
he he he vc nao esqueceu aquele comentario do "quem nao tem facebook nao existe, né? ;-))
eu acho que o tal do pesquisador de Oxford esqueceu que existem pessoas que viveram em paises e cidades diferentes, ou que trabalham em organizacoes internacionais onde as pessoas vêm e vão o tempo inteiro, e por isso vao "colecionando" "amizades" mundo afora ao passar do tempo... eu tenho uns 400 amigos no FB e conheco todos eles nem que seja só de vista. Agora que é claro que uma amizade "real" é diferente de uma amizade "virtual" e tem que ser assim mesmo. "Amizade" acaba sendo o nome geral dado para o que na verdade são "acquaintances"... ach, mas e daí?? Mas a vida não é feita apenas de papos-cabeça e cheios de ensinamentos filosóficos e tiradas de efeito com amigos íntimos, também é gostoso de vez em quando jogar um papo fora sem nenhuma utilidade intelectual nem emocional, apenas pelo simples prazer da troca social.
Desencana muié! :-))

Beth Blue disse...

Antônio, pode me chamar de resmungona mesmo! E digo mais, prometo que no dia que eu desencanar, você será o primeiro a saber, rsrsrsrs.

Mas olha, ultimamente é falta de tempo mesmo...mal tenho tido tempo pro blog, imagina pro resto!!!