quarta-feira, setembro 10, 2008

Coisa de maluco

Pra variar, estou lendo um livro tão louco, mas tão louco que nem tenho palavras para descrever. Leitura divertidíssima, sem dúvida. E ainda por cima verídica (trata-se de uma autobiografia). O livro se chama Running with Scissors e embora lide com temas bastante sérios (como doenças mentais e abuso sexual, pra não dizerem que não avisei) tem partes simplesmente hilárias. É que a loucura é tanta que tem horas que só mesmo rindo. A vida do protagonista fica de pernas pro ar com as intermináveis brigas dos pais (temperadas com ameaças de morte e tudo o mais), o divórcio e a consequente piração da mãe - que se antes já era meio pirada, depois do divórcio surtou de vez, literalmente. A mãe passa quase todos os dias da semana no consultório do psiquiatra. Chega um momento em que a crise é tanta que o psiquiatra decide adotar o menino por uns tempos, até a mãe conseguir recuperar sua (precária) saúde mental. É assim que o menino de 14 anos acaba indo morar na casa do psiquiatra e de sua excêntrica família. Comparados a esta família, os Royal Tenenbaums são a família mais normal do mundo, pra vocês terem uma idéia! E não, eu não estou exagerando. De qualquer forma, a mudança de ambiente rende muitas estórias em meio a experiências boas, ruins e ...bizarras! Um livro instigante e recheado de questionamentos que lida com questões sérias de forma absurdamente hilária (rir para não chorar). E por falar em filmes, o livro (bestseller nos EUA) já foi filmado e deverá ser lançado em breve nos cinemas.

4 comentários:

Eu não sei, você sabe? disse...

meu deus, meu deus...impóssível acompanhar apenas as sua indicações... ai que vontade de chorar!
beijo

Anônimo disse...

Fiquei curiosa! Tô com uma pilha de livros pra ler, mas vou guardar o nome pra uma futura leitura.

beijuuuuuuus,L

Antonio Da Vida disse...

E qual família é normal, não é mesmo? Se eu um dia escrevesse sobre a família do meu pai (a família da minha mãe é mais certinha), não sobrava nem pros Tennenbaum nem pra ninguém... pra vc ter uma idéia, tenho uma tia que sofreu de problemas mentais, e um dia, numa discussão de família, ela soltou a pérola: "E depois, eu é que sou louca!!!"
XXX/A

Isabella disse...

Oi Beth, vi My blueberry nights e fiz um post lá no TQG.

Running with scissors foi um fime de 2006: http://www.imdb.com/title/tt0439289/

não vi...

bjs

Tecnologia do Blogger.

Coisa de maluco

Pra variar, estou lendo um livro tão louco, mas tão louco que nem tenho palavras para descrever. Leitura divertidíssima, sem dúvida. E ainda por cima verídica (trata-se de uma autobiografia). O livro se chama Running with Scissors e embora lide com temas bastante sérios (como doenças mentais e abuso sexual, pra não dizerem que não avisei) tem partes simplesmente hilárias. É que a loucura é tanta que tem horas que só mesmo rindo. A vida do protagonista fica de pernas pro ar com as intermináveis brigas dos pais (temperadas com ameaças de morte e tudo o mais), o divórcio e a consequente piração da mãe - que se antes já era meio pirada, depois do divórcio surtou de vez, literalmente. A mãe passa quase todos os dias da semana no consultório do psiquiatra. Chega um momento em que a crise é tanta que o psiquiatra decide adotar o menino por uns tempos, até a mãe conseguir recuperar sua (precária) saúde mental. É assim que o menino de 14 anos acaba indo morar na casa do psiquiatra e de sua excêntrica família. Comparados a esta família, os Royal Tenenbaums são a família mais normal do mundo, pra vocês terem uma idéia! E não, eu não estou exagerando. De qualquer forma, a mudança de ambiente rende muitas estórias em meio a experiências boas, ruins e ...bizarras! Um livro instigante e recheado de questionamentos que lida com questões sérias de forma absurdamente hilária (rir para não chorar). E por falar em filmes, o livro (bestseller nos EUA) já foi filmado e deverá ser lançado em breve nos cinemas.

4 comentários:

Eu não sei, você sabe? disse...

meu deus, meu deus...impóssível acompanhar apenas as sua indicações... ai que vontade de chorar!
beijo

Anônimo disse...

Fiquei curiosa! Tô com uma pilha de livros pra ler, mas vou guardar o nome pra uma futura leitura.

beijuuuuuuus,L

Antonio Da Vida disse...

E qual família é normal, não é mesmo? Se eu um dia escrevesse sobre a família do meu pai (a família da minha mãe é mais certinha), não sobrava nem pros Tennenbaum nem pra ninguém... pra vc ter uma idéia, tenho uma tia que sofreu de problemas mentais, e um dia, numa discussão de família, ela soltou a pérola: "E depois, eu é que sou louca!!!"
XXX/A

Isabella disse...

Oi Beth, vi My blueberry nights e fiz um post lá no TQG.

Running with scissors foi um fime de 2006: http://www.imdb.com/title/tt0439289/

não vi...

bjs