segunda-feira, abril 26, 2010

Alguém me explica?

Que tem muita coisa acontecendo na blogosfera e na internet em geral, isso todo mundo tá careca de saber. Só que eu tenho percebido umas coisas pra lá de esquisitas pelas minhas andanças e volta e meia me pergunto: como pode?

Um exemplo são aqueles blogs de gente que escreve mal e tem centenas de seguidores (sério). O mais curioso é que muitas vezes são blogs com pouco mais de um ano de existência. E não, não é inveja - até porque eu gosto de ter seguidores (não vou mentir) mas eu sempre escrevi este blog foi pra mim mesma! Quem me conhece sabe que isso aqui pra mim é acima de tudo uma terapia. E das melhores.

Pois na minha santa ignorância, começo a desconfiar que esta orda de seguidores provavelmente deva muito aos sites sociais frequentados pelos respectivos blogueiros. Ou seja, não se trata de conteúdo e sim de marketing - por favor me corrijam se eu estiver errada! Quanto a mim, como fiquei anos sem orkut, voltei devagar quase parando (quase não uso aquilo ali), não uso o twitter nem tenho tempo ou saco pra Facebook, às vezes tenho a sensação de que peguei o bonde andando. Ou pior, perdi o bonde mesmo! Enfim, tô ficando velha...

Me desculpem a sinceridade, mas continuo tentando entender como blogs com posts medíocres e erros de português esdrúxulos conseguem ter tantos seguidores. E aí tem blogs dos bons (e não me refiro somente a este singelo blog, modéstia à parte) com posts dos mais variados, assuntos inteligentes e poucos seguidores. Alguém por favor me explica este fenômeno? Vai ver é como dizem as más línguas...a internet apenas reflete a realidade, e a mediocridade é mais regra do que exceção neste mundo.

E não, não estou de mal-humor, apenas tenho meus questionamentos. E não são poucos, caros amigos.

11 comentários:

tania disse...

haha, acho que você matou a charada, Beth! de novo! As pessoas têm essa mania de quantificar tudo e ficam fixadas nesse negócio de número de amigos, de seguidores, de visitas diárias etc. Fome de quê? Popularidade, fama, aceitação, visibilidade? Não sei mesmo. Mas, dá o que pensar mesmo.

tania disse...

Virei a noite porque saí ontem, voltei tarde e acabei perdendo o sono. Acabando aqui de preparar a arguição que irei fazer daqui a pouco em uma banca de mestrado. Começa às oito e meia da manhã. Hoje, terei um dia lotado...
Bom dia pra você aí do outro lado do oceano. Beijo

Liana disse...

Como tudo no mundo, tudo sempre vai ter o desgaste natural com o excesso do uso, e a qualidade termina caindo. Nos resta salvar esse mundo!

bjos

Albuq disse...

Oi Beth!

Realmente gostaria de saber!
Também percebo isso, passo o dia inteiro na net e conheço muita coisa assim, fico também sem entender como isso acontece... e se você descobrir me fala, aí entenderei o que anda acontecendo!

Bjs querida, um ótimo dia!

Pri Sganzerla disse...

Esse questionamento já me passou pela cabeça também. E eu cheguei a uma conclusão: quanto maior o marketing pessoal e a divulgação, mais seguidores - INDEPENDENTE da qualidade que o conteúdo do blog tenha.

Divulgando no msn, no orkut, no twitter, no próprio e-mail, nas comunidades: o blog ganha zilhões de seguidores.


Eu não faço isso. Deletei meu orkut porque pra mim ele perdeu um pouco a razão de ser. Estou num processo de "saco cheio" do twitter, mas ainda mantenho porque gosto de algumas leituras q me chegam através dele. E não divulgo meu blog. Também não comento nos blogs alheios se não tiver algo relevante a dizer.

Já viu quanta gente que comenta assim: "Oi, adorei seu blog. Passa lá pra conhecer o meu: XXXX". Qual a relevância de um comentário como esse? A pessoa não fez nenhum comentário pertinente, avaliando seu texto e quer apenas divulgar o blog dela.

Tudo é marketing nesse mundo dos blogs... rs E apesar de ter um blog, não danço conforme a música. Prefiro manter a função terapêutica do meu e ficar quietinha: escrevendo o que eu quiser e frequentando os espaços que tiverem qualidade.

Bjos! ;-)

Maria Valéria disse...

Bethinha, não sei se vc fala só de blogs brasileiros ou se blogs do exterior( que talvez vc acompanhe?/), mas o povo brasileiro, no geral( deixo bem claro, no geral, não são todos!!) não é muito culto e prefere mesmo ler bobagens, fofoquinhas,textos com caracetisticas de adolescente, etc, a ler coisas cultas, bem escritas, estruturadas, bonitas.Vc sabe o que é analfabetismo funcional ne? a pessoa, pra tds efeitos, é alfabetizada, mas não consegue compreender um simples texto bem escrito, qto mais escrever bem os seus proprios, No brasil isso é mais comum do que vc imagina...
Meu pai, por, ex, escreve uma coluna semanal no jornal de Araras, que quase nunca leio. Pq não leio?? Não,é pq meu pai escreve tão bem, mas em linguagem tão rebuscada, que eu, mesmo me considerando culta, mesmo não sendo analfabeta funcional por vezes tenho dificuldade de entender o que ele escreveu. E são poucas pessoas de Araras que conseguem ler a coluna dele, por esse motivo.( os poucos que consegui ler até o fim e compreender, nossa, são lindos e dão o que pensar, sem querer ser puxa saco do meu pai, mas já sendo... rsrsr
Pra finalizar,eu tnho só orkut. Facbook, Twiiter, nem passo perto, pq sinceramente... não dou conta de mais de um.rs, minha cabeça só processa um.
E qto a propaganda do meu blog, eu só faço em uma ocasião: qdo acho que os textos do outro blog têm ideias parecidas com as minhas, aí falo" dá uma olhada no meu, pq acho que nós pensamos bastante parecido e temos ideias em comum", e só. acho que fiz isso no maximo 2 vezes, em 6 anos de blogueira... rsrsrsr
beijão ;)

Maria Valéria disse...

Ps: não divulgo meu blog no mue orkut, nem vice- versa. Meu blog, até por contar algumas coisas pessoais,( nas entrelinhas), nõ quero que caia nas mãos( ou melhor, olhos, rs) de qqer um. Claro, 100% de segurança vc não tem, mas não divulga-lo no orkut ja minimiza bem as chances de personas não gratas(rs) o lerem. E tem, gente, que mesmo sendo querida,. mesmo ñão sendo persona não grata, prefiro que não leia mesmo.Só lê quem merece! e só entra como seguidor outros blogueiros que lerem e gostaram, naturalmente, sem eu precisar pedir" siga meu blog, please??"rsrsrsr bjs

Labelle® disse...

Pois é....

Tem pessoas que fazem sorteios, concursos e afins para leitores, seguidores, e daí por diante, amiga...

Eu, que escrevo pra mim, e despretenciosamente, não me questiono muito sobre isso. Pouquíssimos amigos pessoais sabem do meu blog [apenas os que também escrevem os seus] e desde que o iniciei, nunca divulguei em sites de relacionamentos. Para mim, a coisa funciona melhor assim.

Recebi o convite de dois jornais para participar da coluna deles, mas cadê o tempo? Recebi o convite de um blog para escrever semanalmente para eles, mas não tenho tempo para o meu, nem para me comprometer com blogueiros profissionais.... Quem sabe noutro período, né?

Para mim, um dos maiores exemplos de que nem sempre os que te seguem torcem por você ou gostam dos seus textos, é o da garota que entrou no BBB porque tinha muitos seguidores no twitter. Ela foi esculhambada e saiu do programa com uma porcentagem enorme de rejeição, independente de sei lá quantos seguidores.... Então............

Beijo grande do lado de cá.

Daniduc disse...

Oi Beth. Brigado pela visita lá no Ducs e pelo link.

Ah, você ganhou mais um seguidor. Já li diversos posts, já li sobre a escola do Liam, e o seu estágio. Aos poucos viu lendo os arquivos :)

Essa questão de elitores versus qualidade é complexa e se estende além dos blogs. Já debati muito sobre o assunto, e sempre acho graça infinita quando algém me diz que fulano escreve bem, senão ele não estaria vendendo tão bem. Hah.

Qualidade de texto não é medido pelo número de leitores ou sucesso comercial ou de seguidores. Um dos textos mais influentes da história da humanidade é a obra prima de Sófocles, Édipo rei, uma peça escrita há 2500 anos. Pois, te garanto que esse texto foi menos lido do que o Código Da Vinci.

Existem muitos outros exemplos: William Blake publicava seus próprios livros e tinha pouqíssimos leiotes em vida é apenas mais que me ocorre agora.

Sucesso comercial e qualidade de texto são duas coisas independentes. Às vezes andam juntas - Gabriel Garcia Márques, por exemplo, é best seller - muitas outras não - não vou nem citar Bruna Surfistinha. Esse princípio se aplica a blogs: ter seguidores é independente de escrever bem, e essas duas coisas exigem conjuntos separados de habilidades e fatores.

O ideal era que uma fosse decorrente da outra, claro, mas isso não é assim. E muitas vezes o que nos resta pra separar mais claramente ambas, qualidade e seguidores, é o bom e velho teste do tempo.

Enfim, já escrevi bastante prum comentário. De novo, brigado pelo alo. A gente vai conversando :)

Bjs

Lilly disse...

Beth,
eu mal comecei a ler o seu post e já pensei: "marketing". E foi então que me deparei com a mesma palavra no seu post. A segunda coisa que me ocorreu agora foi o seguinte: eu não acompanho BBB, inclusive, odeio, assim como odeio outras coisas que 80% da população amam. Então talvez seja porque esses blogs se nivelam com o que a população quer ver. Pelo pouco que pude perceber, os caras que ganham no BBB são sempre aqueles que a gente acha os mais desprezíveis. Mas ganham. E isso reflete a mentalidade da nossa população. Imagina então você, que mora fora há tantos anos, entender uma coisa dessas....
Beijos!!

Eve disse...

Beth, eu tb me faço perguntas como essas. Eu acredito que existem nichos na própria blogosfera. E qdo alguém se identifica com um nicho, um blog, um tipo de escrita, eles passam a fazer parte do mesmo. E venhamos e convenhamos, não é todo mundo que escreve bem. E quem nao escreve bem, muitas vezes nem sabe disso. Há quem se identifique com as histórias, os dramas, a forma divertida de alguém e ainda tem aqueles que seguem quem os segue, que vai criando uma rede com o tipo de comentário "adorei seu blog, passa lá no meu". Essas pessoas encontram outras iguais e vao se adicionando mutuamente. É como adicionar pessoas no orkut, facebook, sem critério, só pra ter "amigos"...
Mas, eu te sigo assim mesmo. hahahahha brincadeira! A gente sabe a que nicho pertence. ;)
Bjs!

Tecnologia do Blogger.

Alguém me explica?

Que tem muita coisa acontecendo na blogosfera e na internet em geral, isso todo mundo tá careca de saber. Só que eu tenho percebido umas coisas pra lá de esquisitas pelas minhas andanças e volta e meia me pergunto: como pode?

Um exemplo são aqueles blogs de gente que escreve mal e tem centenas de seguidores (sério). O mais curioso é que muitas vezes são blogs com pouco mais de um ano de existência. E não, não é inveja - até porque eu gosto de ter seguidores (não vou mentir) mas eu sempre escrevi este blog foi pra mim mesma! Quem me conhece sabe que isso aqui pra mim é acima de tudo uma terapia. E das melhores.

Pois na minha santa ignorância, começo a desconfiar que esta orda de seguidores provavelmente deva muito aos sites sociais frequentados pelos respectivos blogueiros. Ou seja, não se trata de conteúdo e sim de marketing - por favor me corrijam se eu estiver errada! Quanto a mim, como fiquei anos sem orkut, voltei devagar quase parando (quase não uso aquilo ali), não uso o twitter nem tenho tempo ou saco pra Facebook, às vezes tenho a sensação de que peguei o bonde andando. Ou pior, perdi o bonde mesmo! Enfim, tô ficando velha...

Me desculpem a sinceridade, mas continuo tentando entender como blogs com posts medíocres e erros de português esdrúxulos conseguem ter tantos seguidores. E aí tem blogs dos bons (e não me refiro somente a este singelo blog, modéstia à parte) com posts dos mais variados, assuntos inteligentes e poucos seguidores. Alguém por favor me explica este fenômeno? Vai ver é como dizem as más línguas...a internet apenas reflete a realidade, e a mediocridade é mais regra do que exceção neste mundo.

E não, não estou de mal-humor, apenas tenho meus questionamentos. E não são poucos, caros amigos.

11 comentários:

tania disse...

haha, acho que você matou a charada, Beth! de novo! As pessoas têm essa mania de quantificar tudo e ficam fixadas nesse negócio de número de amigos, de seguidores, de visitas diárias etc. Fome de quê? Popularidade, fama, aceitação, visibilidade? Não sei mesmo. Mas, dá o que pensar mesmo.

tania disse...

Virei a noite porque saí ontem, voltei tarde e acabei perdendo o sono. Acabando aqui de preparar a arguição que irei fazer daqui a pouco em uma banca de mestrado. Começa às oito e meia da manhã. Hoje, terei um dia lotado...
Bom dia pra você aí do outro lado do oceano. Beijo

Liana disse...

Como tudo no mundo, tudo sempre vai ter o desgaste natural com o excesso do uso, e a qualidade termina caindo. Nos resta salvar esse mundo!

bjos

Albuq disse...

Oi Beth!

Realmente gostaria de saber!
Também percebo isso, passo o dia inteiro na net e conheço muita coisa assim, fico também sem entender como isso acontece... e se você descobrir me fala, aí entenderei o que anda acontecendo!

Bjs querida, um ótimo dia!

Pri Sganzerla disse...

Esse questionamento já me passou pela cabeça também. E eu cheguei a uma conclusão: quanto maior o marketing pessoal e a divulgação, mais seguidores - INDEPENDENTE da qualidade que o conteúdo do blog tenha.

Divulgando no msn, no orkut, no twitter, no próprio e-mail, nas comunidades: o blog ganha zilhões de seguidores.


Eu não faço isso. Deletei meu orkut porque pra mim ele perdeu um pouco a razão de ser. Estou num processo de "saco cheio" do twitter, mas ainda mantenho porque gosto de algumas leituras q me chegam através dele. E não divulgo meu blog. Também não comento nos blogs alheios se não tiver algo relevante a dizer.

Já viu quanta gente que comenta assim: "Oi, adorei seu blog. Passa lá pra conhecer o meu: XXXX". Qual a relevância de um comentário como esse? A pessoa não fez nenhum comentário pertinente, avaliando seu texto e quer apenas divulgar o blog dela.

Tudo é marketing nesse mundo dos blogs... rs E apesar de ter um blog, não danço conforme a música. Prefiro manter a função terapêutica do meu e ficar quietinha: escrevendo o que eu quiser e frequentando os espaços que tiverem qualidade.

Bjos! ;-)

Maria Valéria disse...

Bethinha, não sei se vc fala só de blogs brasileiros ou se blogs do exterior( que talvez vc acompanhe?/), mas o povo brasileiro, no geral( deixo bem claro, no geral, não são todos!!) não é muito culto e prefere mesmo ler bobagens, fofoquinhas,textos com caracetisticas de adolescente, etc, a ler coisas cultas, bem escritas, estruturadas, bonitas.Vc sabe o que é analfabetismo funcional ne? a pessoa, pra tds efeitos, é alfabetizada, mas não consegue compreender um simples texto bem escrito, qto mais escrever bem os seus proprios, No brasil isso é mais comum do que vc imagina...
Meu pai, por, ex, escreve uma coluna semanal no jornal de Araras, que quase nunca leio. Pq não leio?? Não,é pq meu pai escreve tão bem, mas em linguagem tão rebuscada, que eu, mesmo me considerando culta, mesmo não sendo analfabeta funcional por vezes tenho dificuldade de entender o que ele escreveu. E são poucas pessoas de Araras que conseguem ler a coluna dele, por esse motivo.( os poucos que consegui ler até o fim e compreender, nossa, são lindos e dão o que pensar, sem querer ser puxa saco do meu pai, mas já sendo... rsrsr
Pra finalizar,eu tnho só orkut. Facbook, Twiiter, nem passo perto, pq sinceramente... não dou conta de mais de um.rs, minha cabeça só processa um.
E qto a propaganda do meu blog, eu só faço em uma ocasião: qdo acho que os textos do outro blog têm ideias parecidas com as minhas, aí falo" dá uma olhada no meu, pq acho que nós pensamos bastante parecido e temos ideias em comum", e só. acho que fiz isso no maximo 2 vezes, em 6 anos de blogueira... rsrsrsr
beijão ;)

Maria Valéria disse...

Ps: não divulgo meu blog no mue orkut, nem vice- versa. Meu blog, até por contar algumas coisas pessoais,( nas entrelinhas), nõ quero que caia nas mãos( ou melhor, olhos, rs) de qqer um. Claro, 100% de segurança vc não tem, mas não divulga-lo no orkut ja minimiza bem as chances de personas não gratas(rs) o lerem. E tem, gente, que mesmo sendo querida,. mesmo ñão sendo persona não grata, prefiro que não leia mesmo.Só lê quem merece! e só entra como seguidor outros blogueiros que lerem e gostaram, naturalmente, sem eu precisar pedir" siga meu blog, please??"rsrsrsr bjs

Labelle® disse...

Pois é....

Tem pessoas que fazem sorteios, concursos e afins para leitores, seguidores, e daí por diante, amiga...

Eu, que escrevo pra mim, e despretenciosamente, não me questiono muito sobre isso. Pouquíssimos amigos pessoais sabem do meu blog [apenas os que também escrevem os seus] e desde que o iniciei, nunca divulguei em sites de relacionamentos. Para mim, a coisa funciona melhor assim.

Recebi o convite de dois jornais para participar da coluna deles, mas cadê o tempo? Recebi o convite de um blog para escrever semanalmente para eles, mas não tenho tempo para o meu, nem para me comprometer com blogueiros profissionais.... Quem sabe noutro período, né?

Para mim, um dos maiores exemplos de que nem sempre os que te seguem torcem por você ou gostam dos seus textos, é o da garota que entrou no BBB porque tinha muitos seguidores no twitter. Ela foi esculhambada e saiu do programa com uma porcentagem enorme de rejeição, independente de sei lá quantos seguidores.... Então............

Beijo grande do lado de cá.

Daniduc disse...

Oi Beth. Brigado pela visita lá no Ducs e pelo link.

Ah, você ganhou mais um seguidor. Já li diversos posts, já li sobre a escola do Liam, e o seu estágio. Aos poucos viu lendo os arquivos :)

Essa questão de elitores versus qualidade é complexa e se estende além dos blogs. Já debati muito sobre o assunto, e sempre acho graça infinita quando algém me diz que fulano escreve bem, senão ele não estaria vendendo tão bem. Hah.

Qualidade de texto não é medido pelo número de leitores ou sucesso comercial ou de seguidores. Um dos textos mais influentes da história da humanidade é a obra prima de Sófocles, Édipo rei, uma peça escrita há 2500 anos. Pois, te garanto que esse texto foi menos lido do que o Código Da Vinci.

Existem muitos outros exemplos: William Blake publicava seus próprios livros e tinha pouqíssimos leiotes em vida é apenas mais que me ocorre agora.

Sucesso comercial e qualidade de texto são duas coisas independentes. Às vezes andam juntas - Gabriel Garcia Márques, por exemplo, é best seller - muitas outras não - não vou nem citar Bruna Surfistinha. Esse princípio se aplica a blogs: ter seguidores é independente de escrever bem, e essas duas coisas exigem conjuntos separados de habilidades e fatores.

O ideal era que uma fosse decorrente da outra, claro, mas isso não é assim. E muitas vezes o que nos resta pra separar mais claramente ambas, qualidade e seguidores, é o bom e velho teste do tempo.

Enfim, já escrevi bastante prum comentário. De novo, brigado pelo alo. A gente vai conversando :)

Bjs

Lilly disse...

Beth,
eu mal comecei a ler o seu post e já pensei: "marketing". E foi então que me deparei com a mesma palavra no seu post. A segunda coisa que me ocorreu agora foi o seguinte: eu não acompanho BBB, inclusive, odeio, assim como odeio outras coisas que 80% da população amam. Então talvez seja porque esses blogs se nivelam com o que a população quer ver. Pelo pouco que pude perceber, os caras que ganham no BBB são sempre aqueles que a gente acha os mais desprezíveis. Mas ganham. E isso reflete a mentalidade da nossa população. Imagina então você, que mora fora há tantos anos, entender uma coisa dessas....
Beijos!!

Eve disse...

Beth, eu tb me faço perguntas como essas. Eu acredito que existem nichos na própria blogosfera. E qdo alguém se identifica com um nicho, um blog, um tipo de escrita, eles passam a fazer parte do mesmo. E venhamos e convenhamos, não é todo mundo que escreve bem. E quem nao escreve bem, muitas vezes nem sabe disso. Há quem se identifique com as histórias, os dramas, a forma divertida de alguém e ainda tem aqueles que seguem quem os segue, que vai criando uma rede com o tipo de comentário "adorei seu blog, passa lá no meu". Essas pessoas encontram outras iguais e vao se adicionando mutuamente. É como adicionar pessoas no orkut, facebook, sem critério, só pra ter "amigos"...
Mas, eu te sigo assim mesmo. hahahahha brincadeira! A gente sabe a que nicho pertence. ;)
Bjs!