segunda-feira, abril 02, 2007

Less is More

Estou em estado de choque. Não devia mas estou. Estou impressionada com as intrigas, barracos e disse-me-disse do orkut (sorte de quem nunca presenciou um). Eu sempre achei que o orkut era um instrumento para se conhecer pessoas, aumentar o círculo de amizades. Mas nos meus dois anos de orkut, o que mais vi foi exatamente o contrário. Cada vez mais pessoas se estranham, se incomodam e saem do orkut pra nunca mais voltar. Conheço algumas dessas estórias (e não são poucas). O que deveria ser um instrumento de comunicação entre as pessoas acabou se tornando um instrumento de intrigas e desentendimentos. E novamente, o homem demonstra não saber fazer bom uso de um instrumento.

Eu acho tudo uma pena...porque não era isso que eu queria, não era isso que nenhum de nós queria. E pior, com o passar do tempo o orkut não apenas não amplia sua rede de contatos como pode até restringi-la (um dia talvez você entenda o que eu quero dizer). Aproveito para contar a minha experiência, que muitos talvez tenham vivido na pele. Você se desentende com A e perde não um amigo, mas 3 ou 4 amigos. Porque B, C e D são amigos de A e portanto não podem mais ser seus amigos. Sim, existe um código de conduta no orkut (esdrúxulo mas existe). Falando assim parece brincadeira mas juro que não é. As pessoas tomam partido, e ninguém quer saber o que realmente aconteceu, o que conta é o interminável disse-me-disse...E um desentendimento que era pra ser entre fulano e ciclano acaba tomando proporções inimagináveis (e não, não estou delirando). O ser humano é isso. E conversando outro dia com uma amiga, chegamos à conclusão de que o orkut cansa. Porque intriga cansa. Maledicência cansa.

Mas aprendi uma lição importante nessa estória toda: quem era meu amigo mesmo continua sendo, porque estas pessoas me conhecem e sabem distinguir perfeitamente entre a verdade e o disse-me-disse. Quem não era meu amigo, nunca será (e no final das contas, não faz diferença).

E agora é tocar pra frente e deixar as mágoas de lado. Com o consolo de que meus amigos sempre souberam quem eu sou. Só que eu paguei o preço por não jogar conforme as regras. Porque não sei ser falsa, não sei me fingir de morta, não sei sair de fininho sem bater a porta...Se eu fosse mais diplomática, hoje estaria cheia de amigos no orkut. Não é o caso. E sabem de uma coisa? Prefiro assim: LESS IS MORE.

9 comentários:

annix disse...

Beth, o orkut é uma grande lente de aumento. Não é que as intrigas, brigas e mal-entendidos ocorram mais lá (afinal, orkut is not evil, é um instrumento), mas ali elas ficam evidentes e registradas, amplificadas. Mau comportamento no Orkut/internet/chats é apenas o reflexo da cabeça das pessoas na vida "real".
Ou seja, concordo com vc : manter os amigos, e apenas os de verdade. E os não-amigos, deixa pra lá. Não fazem diferença (uma vez eu te disse isso, acho que vc me entende)
Beijo!

Anônimo disse...

Nada como conhecer ao vivo e a cores! Eu sempre vi com certa reserva esse negócio de amizades via Internet... Só uso para manter contato com as pessoas que eu já conhecia anteriormente. O que eu acho mais louco é a pessoa fingir passar por outra, ficar zoando, enquanto muita gente leva a sério a proposta de fazer novas amizades. Tem de tudo; não tem jeito...
Beijos da Ana Amélia

Anônimo disse...

Oi Beth,
so' tenho um conselho pra te dar (ish, logo eu, querendo dar "conselho"? Mau, ne'? he he he): RELEVE. DELETE. DEIXE PASSAR.
O orkut, assim como tudo na vida, acaba sendo aquilo que a gente faz ou deixa que seja feito dele.
Eu tenho usado muito pouco o tal do Orkut ultimamente, nao por falta de vontade, mas por falta de tempo mesmo... quando uso, a unica coisa que quero, e' entrar em contato com amigos, um papo leve e descontraido. Se quero falar com alguem de algo mais intimo, prefiro usar o e-mail, pois ja aprendi na pratica, que o orkut nao e' bom pra essas coisas, nao e' bom se expor demais, porque infelizmente o mundo esta' mesmo cheio de energias contraditorias. Nao e' culpa de ninguem, e e' culpa de todo mundo ao mesmo tempo. O caos da vida, nem tudo sao flores, o tempo todo.
Entao quando voce ler ou ver ou entrar em contato com um scrap que nao goste ou algo assim, simplesmente delete, releve, deixe a energia passar por voce sem te impregnar. Va' dar uma volta, tomar um cafe, um suco de laranja, respirar um ar fresco, ouvir uma musica de que goste: deixe a energia ruim passar, ponha mais energia boa dentro da sua vida, e voce vai ver que o orkut acaba sendo apenas o que ele e', nem a mais, nem a menos: um meio de comunicacao.
Beijo, Antonio

arnild disse...

Beth,
O comportamento das pessoas no Orkut não é muito diferente do modo como elas se comportam no mundo real. É como a Annix já disse aí em cima, a gente só enxerga melhor...E, lógico, com mais de 70% de membros brasileiros, acho que não podia ser diferente: um ruído interminável:-)
Por via deste instrumento, reecontrei pessoas que já me acompanham ao longo de 20 anos, mas, confesso, fiz poucas amizades.
Para mim, o problema do Orkut é causar a impressão de que a vida da gente começou ali. Isso dá espaço às mais bizarras fantasias, sobretudo quando, como a gente, a pessoa mora no exterior e está, por isso mesmo, fora de seu habitat natural. As confusões, fofocas e barracos quase sempre acontecem entre pessoas que se conheceram por força desta circunstância específica. Além disso, a disputa pelo pequeno poder, e o sentimento de posse que permeia algumas relações ali, nem Freud explicaria.
Fui uma das últimas a adotar a política de apagar recados, não por medo da exposição, mas para ser um pouco mais malvada do que o normal, hehehe. Quem quiser rastrear meus passos (acredite que tem gente que faz isso, sim!) vai ter que ser minha escrava no Orkut. Nada como puxar esse tipo de gente pelo nariz, rá!
Curiosamente, desde que comecei a apagar as mensagens, o número de visitas à minha página já caiu em 30%!
Minha política no real ou virtual é a mesma. Nada de pertencer a grupos, gangues, ter primeiras-amigas, máfias e outras coisas de escola primária. Mantenho a cerca ao meu redor sempre alta; quem tentar pulá-la...bum, bum, bum:-))!!!

Eu não sei, você sabe? disse...

Fiz e faço boas amizades.
Não me contamino com opiniões outras.
Mas chego as minhas conclusões.

uma coisa é certa: Orkut cansa!
beijos bethinha minha amga de orkut, mas agora quase só de blog!

Paulo: Osrevni disse...

Por isso que eu deixo o orkut bem à distância...

Anônimo disse...

bethinha, por essas e outras que saí do orkut!!!
no ínicio era uma maneira de me desestressar e nos últimos tempos virou maneira de estressar!!
fora minha privacidade que era invadida por quem não devia!!
cansei!!!


beijocas

vanvan

La Belle® disse...

Oi Bethinha!
Eu tive experiências maravilhosas através do Orkut e conheci pessoas que quero que façam parte da minha vida por muitos e muitos anos, quiçá prá vida inteira! Me decepcionei com uma grande amiga, que já fazia parte do meu círculo real de amizades e que conheci através de uma comunidade que eu participava. Acho que as decepções acontecem em qualquer lugar, não apenas num site de relacionamentos, na vida real acontecem a toda hora.
Isso independe! Depende apenas de nós mesmos.
Quem nos conhece, ou nos dá a oportunidade de conhecer, sabe como nós somos. Isso que importa. Releve os estresses e deixe que façam parte da sua vida apenas os que gostam de vc!
Beijocas dessa mulher de 30 que gosta muito de vc!

Maria Valéria disse...

Bethinha, eu sei bem o que é isso. VC sabe que leonino não gosta de levar desaforo p/ casa, né? pois é, uma alfinetada aqui, outra, ali, e eu respondia TUDO, levava tudo muito a serio, sem nem conhecer quem estava teclando comigo.HOje tenho gdes suspeitas que uma amiga( que gosto muito e continuo gostando) se afastou de mim, por causa disso, pq me desentendi e me estranhei de uma pessoa de quem ela ficou proxima. Se é verdade, ou não, não sei. NO entanto, 2009 deu uma virada na minha vida em TODAS as areas: trabalho( coisa boa e coisa ruim), vida afetiva( essa felizmente , mesmo não namorando serio, eu digo que 90% pra melhor), financeira( passei a ganhar bem melhor e depois de concursada volteia ganhar menos mas com melhor qualidade de vida). então, aprendi ano apssado, seguinte: RELAXA, SENÃO COM TANTA MUDANÇA AO MESMO TEMPO VC VAI PIRAR. e parei de postar em alguns topicos,parei de confessar coisas pessoais( qdo falo é sempre em entrelinahs e olhe la) quando sentia alfinetada de alguem, melhro estrategia? FINGIR QUE NÃO ERA COMIGO; deixei de ser membro de comunidades onde senti que pela maoiria eu era ignorada ou não bem vinda. claro que não é em tds comunidades que vc posta e escreve, mas nas que vc faz isso o feedback tem que ser positivo, senão,. não compensa... falando serio, isso me tirou um peso enorme das costas, to mais light, mas sossegada( tbem se com tanta mudança eu continuasse como estava antes ja teria explodido ou pirado..eheheheh).... moral da historia( quem sou eu pra falar em moral da historia, mas... EM CERTOS CASOS É BEM MELHOR SAIR DE FININHO E FINGIR QUE NÃO É COM VC, e fazendo assim, o orkut pode ser bem aproveitado. mais um adendo( que acho importante): paquera, caso, rolo, não tenha na sua lista do orkut, as pessoas são maldosas e a ultima coisa que quero é expor quem sai ou deixa de sair comigo., private é private... e namorado, se um dia eu tiver, ate aceito na lista , mas NADA de depoimentos melosos, declarações via orkut... o maximo que aceitarei, é uma estrelinha de fã(rs). beijão da sua amiga do outro lado do mundo
ps: ontem comecei curso de teatro, e conheci uma garota que é holandesa de nascimento mas mora no Brasil!...

Tecnologia do Blogger.

Less is More

Estou em estado de choque. Não devia mas estou. Estou impressionada com as intrigas, barracos e disse-me-disse do orkut (sorte de quem nunca presenciou um). Eu sempre achei que o orkut era um instrumento para se conhecer pessoas, aumentar o círculo de amizades. Mas nos meus dois anos de orkut, o que mais vi foi exatamente o contrário. Cada vez mais pessoas se estranham, se incomodam e saem do orkut pra nunca mais voltar. Conheço algumas dessas estórias (e não são poucas). O que deveria ser um instrumento de comunicação entre as pessoas acabou se tornando um instrumento de intrigas e desentendimentos. E novamente, o homem demonstra não saber fazer bom uso de um instrumento.

Eu acho tudo uma pena...porque não era isso que eu queria, não era isso que nenhum de nós queria. E pior, com o passar do tempo o orkut não apenas não amplia sua rede de contatos como pode até restringi-la (um dia talvez você entenda o que eu quero dizer). Aproveito para contar a minha experiência, que muitos talvez tenham vivido na pele. Você se desentende com A e perde não um amigo, mas 3 ou 4 amigos. Porque B, C e D são amigos de A e portanto não podem mais ser seus amigos. Sim, existe um código de conduta no orkut (esdrúxulo mas existe). Falando assim parece brincadeira mas juro que não é. As pessoas tomam partido, e ninguém quer saber o que realmente aconteceu, o que conta é o interminável disse-me-disse...E um desentendimento que era pra ser entre fulano e ciclano acaba tomando proporções inimagináveis (e não, não estou delirando). O ser humano é isso. E conversando outro dia com uma amiga, chegamos à conclusão de que o orkut cansa. Porque intriga cansa. Maledicência cansa.

Mas aprendi uma lição importante nessa estória toda: quem era meu amigo mesmo continua sendo, porque estas pessoas me conhecem e sabem distinguir perfeitamente entre a verdade e o disse-me-disse. Quem não era meu amigo, nunca será (e no final das contas, não faz diferença).

E agora é tocar pra frente e deixar as mágoas de lado. Com o consolo de que meus amigos sempre souberam quem eu sou. Só que eu paguei o preço por não jogar conforme as regras. Porque não sei ser falsa, não sei me fingir de morta, não sei sair de fininho sem bater a porta...Se eu fosse mais diplomática, hoje estaria cheia de amigos no orkut. Não é o caso. E sabem de uma coisa? Prefiro assim: LESS IS MORE.

9 comentários:

annix disse...

Beth, o orkut é uma grande lente de aumento. Não é que as intrigas, brigas e mal-entendidos ocorram mais lá (afinal, orkut is not evil, é um instrumento), mas ali elas ficam evidentes e registradas, amplificadas. Mau comportamento no Orkut/internet/chats é apenas o reflexo da cabeça das pessoas na vida "real".
Ou seja, concordo com vc : manter os amigos, e apenas os de verdade. E os não-amigos, deixa pra lá. Não fazem diferença (uma vez eu te disse isso, acho que vc me entende)
Beijo!

Anônimo disse...

Nada como conhecer ao vivo e a cores! Eu sempre vi com certa reserva esse negócio de amizades via Internet... Só uso para manter contato com as pessoas que eu já conhecia anteriormente. O que eu acho mais louco é a pessoa fingir passar por outra, ficar zoando, enquanto muita gente leva a sério a proposta de fazer novas amizades. Tem de tudo; não tem jeito...
Beijos da Ana Amélia

Anônimo disse...

Oi Beth,
so' tenho um conselho pra te dar (ish, logo eu, querendo dar "conselho"? Mau, ne'? he he he): RELEVE. DELETE. DEIXE PASSAR.
O orkut, assim como tudo na vida, acaba sendo aquilo que a gente faz ou deixa que seja feito dele.
Eu tenho usado muito pouco o tal do Orkut ultimamente, nao por falta de vontade, mas por falta de tempo mesmo... quando uso, a unica coisa que quero, e' entrar em contato com amigos, um papo leve e descontraido. Se quero falar com alguem de algo mais intimo, prefiro usar o e-mail, pois ja aprendi na pratica, que o orkut nao e' bom pra essas coisas, nao e' bom se expor demais, porque infelizmente o mundo esta' mesmo cheio de energias contraditorias. Nao e' culpa de ninguem, e e' culpa de todo mundo ao mesmo tempo. O caos da vida, nem tudo sao flores, o tempo todo.
Entao quando voce ler ou ver ou entrar em contato com um scrap que nao goste ou algo assim, simplesmente delete, releve, deixe a energia passar por voce sem te impregnar. Va' dar uma volta, tomar um cafe, um suco de laranja, respirar um ar fresco, ouvir uma musica de que goste: deixe a energia ruim passar, ponha mais energia boa dentro da sua vida, e voce vai ver que o orkut acaba sendo apenas o que ele e', nem a mais, nem a menos: um meio de comunicacao.
Beijo, Antonio

arnild disse...

Beth,
O comportamento das pessoas no Orkut não é muito diferente do modo como elas se comportam no mundo real. É como a Annix já disse aí em cima, a gente só enxerga melhor...E, lógico, com mais de 70% de membros brasileiros, acho que não podia ser diferente: um ruído interminável:-)
Por via deste instrumento, reecontrei pessoas que já me acompanham ao longo de 20 anos, mas, confesso, fiz poucas amizades.
Para mim, o problema do Orkut é causar a impressão de que a vida da gente começou ali. Isso dá espaço às mais bizarras fantasias, sobretudo quando, como a gente, a pessoa mora no exterior e está, por isso mesmo, fora de seu habitat natural. As confusões, fofocas e barracos quase sempre acontecem entre pessoas que se conheceram por força desta circunstância específica. Além disso, a disputa pelo pequeno poder, e o sentimento de posse que permeia algumas relações ali, nem Freud explicaria.
Fui uma das últimas a adotar a política de apagar recados, não por medo da exposição, mas para ser um pouco mais malvada do que o normal, hehehe. Quem quiser rastrear meus passos (acredite que tem gente que faz isso, sim!) vai ter que ser minha escrava no Orkut. Nada como puxar esse tipo de gente pelo nariz, rá!
Curiosamente, desde que comecei a apagar as mensagens, o número de visitas à minha página já caiu em 30%!
Minha política no real ou virtual é a mesma. Nada de pertencer a grupos, gangues, ter primeiras-amigas, máfias e outras coisas de escola primária. Mantenho a cerca ao meu redor sempre alta; quem tentar pulá-la...bum, bum, bum:-))!!!

Eu não sei, você sabe? disse...

Fiz e faço boas amizades.
Não me contamino com opiniões outras.
Mas chego as minhas conclusões.

uma coisa é certa: Orkut cansa!
beijos bethinha minha amga de orkut, mas agora quase só de blog!

Paulo: Osrevni disse...

Por isso que eu deixo o orkut bem à distância...

Anônimo disse...

bethinha, por essas e outras que saí do orkut!!!
no ínicio era uma maneira de me desestressar e nos últimos tempos virou maneira de estressar!!
fora minha privacidade que era invadida por quem não devia!!
cansei!!!


beijocas

vanvan

La Belle® disse...

Oi Bethinha!
Eu tive experiências maravilhosas através do Orkut e conheci pessoas que quero que façam parte da minha vida por muitos e muitos anos, quiçá prá vida inteira! Me decepcionei com uma grande amiga, que já fazia parte do meu círculo real de amizades e que conheci através de uma comunidade que eu participava. Acho que as decepções acontecem em qualquer lugar, não apenas num site de relacionamentos, na vida real acontecem a toda hora.
Isso independe! Depende apenas de nós mesmos.
Quem nos conhece, ou nos dá a oportunidade de conhecer, sabe como nós somos. Isso que importa. Releve os estresses e deixe que façam parte da sua vida apenas os que gostam de vc!
Beijocas dessa mulher de 30 que gosta muito de vc!

Maria Valéria disse...

Bethinha, eu sei bem o que é isso. VC sabe que leonino não gosta de levar desaforo p/ casa, né? pois é, uma alfinetada aqui, outra, ali, e eu respondia TUDO, levava tudo muito a serio, sem nem conhecer quem estava teclando comigo.HOje tenho gdes suspeitas que uma amiga( que gosto muito e continuo gostando) se afastou de mim, por causa disso, pq me desentendi e me estranhei de uma pessoa de quem ela ficou proxima. Se é verdade, ou não, não sei. NO entanto, 2009 deu uma virada na minha vida em TODAS as areas: trabalho( coisa boa e coisa ruim), vida afetiva( essa felizmente , mesmo não namorando serio, eu digo que 90% pra melhor), financeira( passei a ganhar bem melhor e depois de concursada volteia ganhar menos mas com melhor qualidade de vida). então, aprendi ano apssado, seguinte: RELAXA, SENÃO COM TANTA MUDANÇA AO MESMO TEMPO VC VAI PIRAR. e parei de postar em alguns topicos,parei de confessar coisas pessoais( qdo falo é sempre em entrelinahs e olhe la) quando sentia alfinetada de alguem, melhro estrategia? FINGIR QUE NÃO ERA COMIGO; deixei de ser membro de comunidades onde senti que pela maoiria eu era ignorada ou não bem vinda. claro que não é em tds comunidades que vc posta e escreve, mas nas que vc faz isso o feedback tem que ser positivo, senão,. não compensa... falando serio, isso me tirou um peso enorme das costas, to mais light, mas sossegada( tbem se com tanta mudança eu continuasse como estava antes ja teria explodido ou pirado..eheheheh).... moral da historia( quem sou eu pra falar em moral da historia, mas... EM CERTOS CASOS É BEM MELHOR SAIR DE FININHO E FINGIR QUE NÃO É COM VC, e fazendo assim, o orkut pode ser bem aproveitado. mais um adendo( que acho importante): paquera, caso, rolo, não tenha na sua lista do orkut, as pessoas são maldosas e a ultima coisa que quero é expor quem sai ou deixa de sair comigo., private é private... e namorado, se um dia eu tiver, ate aceito na lista , mas NADA de depoimentos melosos, declarações via orkut... o maximo que aceitarei, é uma estrelinha de fã(rs). beijão da sua amiga do outro lado do mundo
ps: ontem comecei curso de teatro, e conheci uma garota que é holandesa de nascimento mas mora no Brasil!...