segunda-feira, agosto 30, 2010

Leitura que faz pensar...muito!

Pra quem gosta de livros que fazem a gente pensar, cujos personagens praticamente pulam das páginas do livro pra povoar nossas vidas, eu indico The Post-Birthday World. Mais um livro instigante de Lionel Shriver, autora de We Need to Talk About Kevin (que aliás foi outro livro que me marcou muito, como comentei aqui).

Uma estória com a qual muitos se identificarão e que pode ser resumida em duas palavras: escolhas e renúncias. Literalmente. O livro é composto de duas histórias intercaladas (paralelas caberia melhor neste contexto). Ou seja: uma personagem e duas escolhas. Uma bifurcação no caminho, um momento crucial em que uma escolha é feita e dali em diante nada mais será como antes. Uma escolha que afetará vários aspectos da sua vida. Enfim, uma daquelas grandes escolhas que a vida às vezes nos obriga a fazer e da qual algumas vezes nos arrependemos.

Neste caso, a escolha é entre dois homens que ela ama - de formas bem diferentes. Um com quem ela tem há 10 anos uma relação estável e produtiva. Lawrence é um intelectual renomado pelo seu conhecimento em relações internacionais e terrorismo. Um homen sério, leal, ótimo companheiro e que a ajuda a se estabelecer profissionalmente. Ramsey, por sua vez, é um jogador de sinuca profissional, um homem impulsivo e emocional e que a faz se sentir viva. Com ele Irina descobre uma química como nunca antes havia (sen)tido. Uma estória de amor e sexualidade. Uma mulher dividida entre um amor leal e o desejo carnal - porque nem sempre os dois vem juntos no mesmo pacote! Com descrições impecáveis dos personagens e de suas emoções, o livro nos faz pensar...e muito. Porque se o companheiro ideal seria aquele em que as duas coisas se combinam, nem sempre isso acontece na vida real. Aquela estória de sexo sem amor ou amor sem sexo. Mais ou menos, porque obviamente a questão é bem mais complexa.

Depois do primeiro capítulo, todos os capítulos seguintes são, na verdade, dois capítulos (um para cada versão da estória). Muito original e instigante para o leitor que acompanha de perto as consequências das escolhas que ela faz. Eu simplesmente fiquei com o livro na cabeça durante dias...Confiram!



PS: Os livros da autora foram traduzidos no Brasil como O Mundo Pós-Aniversário e Precisamos falar sobre o Kevin. Ambos recomendados!

8 comentários:

Anita disse...

Nossa, por que ninguem nunca pensou em escrever um livro assim antes ?

Albuq disse...

Adoooooooooooooro tuas dicas Beth!
Seria tão mais simples se os dois se completassem em um né? porque encontrar tudo em dois é muito difícil de escolher mesmo! bjs

Lilly disse...

Agora que estou conseguindo ler bastante, vou procurar. Com certeza!

beijos.

Leticiabon disse...

Acabei de comprar o livro (estava precisando ler algo diferente). Um dia a Cultura entrega.

Labelle® Paz disse...

Ganhei esse livro, de uma grande amiga minha, no meu aniversário, no início do ano....
Li em dois dias!
Preciso dizer que adorei? [risos]

Pri Sganzerla disse...

Vai pra minha listinha! rs Já! Quem nunca sonhou em ter o melhor dos dois mundos de uma vez só? E quem nunca quis saber qual seria a "escolha correta" antes de arriscar um caminho e perder o outro?

Valeu pela dica! ;-)

Bjos!

tania freitas disse...

Fiquei com vontade de ler esse do Aniversário. Já encomendei, até. Estou lendo agora O Deus das Pequenas Coisas, que não li na época em que foi sucesso de vendas.
Beijoca

Janine Sobreira disse...

Excelente leitura... realmente, esses "dois caminhos" seriam ótimos de ser vivenciados de vez em quando! Beijos cariocas!!!

Tecnologia do Blogger.

Leitura que faz pensar...muito!

Pra quem gosta de livros que fazem a gente pensar, cujos personagens praticamente pulam das páginas do livro pra povoar nossas vidas, eu indico The Post-Birthday World. Mais um livro instigante de Lionel Shriver, autora de We Need to Talk About Kevin (que aliás foi outro livro que me marcou muito, como comentei aqui).

Uma estória com a qual muitos se identificarão e que pode ser resumida em duas palavras: escolhas e renúncias. Literalmente. O livro é composto de duas histórias intercaladas (paralelas caberia melhor neste contexto). Ou seja: uma personagem e duas escolhas. Uma bifurcação no caminho, um momento crucial em que uma escolha é feita e dali em diante nada mais será como antes. Uma escolha que afetará vários aspectos da sua vida. Enfim, uma daquelas grandes escolhas que a vida às vezes nos obriga a fazer e da qual algumas vezes nos arrependemos.

Neste caso, a escolha é entre dois homens que ela ama - de formas bem diferentes. Um com quem ela tem há 10 anos uma relação estável e produtiva. Lawrence é um intelectual renomado pelo seu conhecimento em relações internacionais e terrorismo. Um homen sério, leal, ótimo companheiro e que a ajuda a se estabelecer profissionalmente. Ramsey, por sua vez, é um jogador de sinuca profissional, um homem impulsivo e emocional e que a faz se sentir viva. Com ele Irina descobre uma química como nunca antes havia (sen)tido. Uma estória de amor e sexualidade. Uma mulher dividida entre um amor leal e o desejo carnal - porque nem sempre os dois vem juntos no mesmo pacote! Com descrições impecáveis dos personagens e de suas emoções, o livro nos faz pensar...e muito. Porque se o companheiro ideal seria aquele em que as duas coisas se combinam, nem sempre isso acontece na vida real. Aquela estória de sexo sem amor ou amor sem sexo. Mais ou menos, porque obviamente a questão é bem mais complexa.

Depois do primeiro capítulo, todos os capítulos seguintes são, na verdade, dois capítulos (um para cada versão da estória). Muito original e instigante para o leitor que acompanha de perto as consequências das escolhas que ela faz. Eu simplesmente fiquei com o livro na cabeça durante dias...Confiram!



PS: Os livros da autora foram traduzidos no Brasil como O Mundo Pós-Aniversário e Precisamos falar sobre o Kevin. Ambos recomendados!

8 comentários:

Anita disse...

Nossa, por que ninguem nunca pensou em escrever um livro assim antes ?

Albuq disse...

Adoooooooooooooro tuas dicas Beth!
Seria tão mais simples se os dois se completassem em um né? porque encontrar tudo em dois é muito difícil de escolher mesmo! bjs

Lilly disse...

Agora que estou conseguindo ler bastante, vou procurar. Com certeza!

beijos.

Leticiabon disse...

Acabei de comprar o livro (estava precisando ler algo diferente). Um dia a Cultura entrega.

Labelle® Paz disse...

Ganhei esse livro, de uma grande amiga minha, no meu aniversário, no início do ano....
Li em dois dias!
Preciso dizer que adorei? [risos]

Pri Sganzerla disse...

Vai pra minha listinha! rs Já! Quem nunca sonhou em ter o melhor dos dois mundos de uma vez só? E quem nunca quis saber qual seria a "escolha correta" antes de arriscar um caminho e perder o outro?

Valeu pela dica! ;-)

Bjos!

tania freitas disse...

Fiquei com vontade de ler esse do Aniversário. Já encomendei, até. Estou lendo agora O Deus das Pequenas Coisas, que não li na época em que foi sucesso de vendas.
Beijoca

Janine Sobreira disse...

Excelente leitura... realmente, esses "dois caminhos" seriam ótimos de ser vivenciados de vez em quando! Beijos cariocas!!!